AchèAchè
    search
    Título

    O sedentarismo durante a quarentena pode acelerar a evolução da osteoartrite?

    Doenças dos Ossos

    Por

    A falta dos equipamentos da academia e a impossibilidade de praticar exercícios ao ar livre, muitas vezes, acompanhado, são problemas que podem desmotivar pacientes com osteoartrite durante o período de quarentena provocado pela pandemia do novo coronavírus. É preciso, portanto, repensar o jeito de praticar exercícios físicos, já que deixá-los de lado pode contribuir para a evolução da osteoartrite.  

    Aumento do peso durante a quarentena pode ser prejudicial à saúde

     

    “O sedentarismo pode acelerar a evolução da osteoartrite. As pessoas estão comendo mais, ganhando peso e perdendo massa muscular com a falta de atividade física”, afirma a reumatologista Mayara Silveira. Todos esses fatores colaboram para que haja um maior desgaste da cartilagem articular, principal característica da doença. 

    O aumento do peso, por exemplo, gera uma sobrecarga nas articulações do joelho, fazendo com que elas se esforcem muito mais para fazer um trabalho adequado. Já a perda de massa muscular retira a camada de músculo que protege os ossos e as articulações durante os movimentos do dia a dia, como andar, levantar as pernas e ajoelhar. 

    Fazer exercícios em casa pode desacelerar a evolução da osteoartrite


    É importante, durante este período tão particular, encontrar maneiras de
    vencer o sedentarismo e continuar praticando exercícios, mesmo dentro de casa. Para isso, converse com seu médico sobre os melhores tipos de atividades para o seu quadro de osteoartrite. Algumas opções são pilates, yoga, dança, flexão de quadril e de joelho. 

    A reumatologista traz ainda outras dicas que ajudam a frear a evolução da osteoartrite durante o isolamento social. “O que podemos fazer é criar a rotina da quarentena. Organize-se com horário para dormir, acordar e praticar algo. E controle a alimentação! Não sabemos até quando irá a quarentena, não se comporte como se estivesse de férias”, aconselha a especialista. 

    Foto: Getty Images

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes