AchèAchè
    search
    Título

    Insuficiência venosa crônica tem relação com varizes? Saiba mais!

    Pele e Beleza
    Varizes

    Por Dra. Nivea Lins

    28 de janeiro de 2020

    Segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Venosa (SBACV), pelo menos 20% dos homens e das mulheres irão apresentar algum grau de insuficiência venosa crônica (IVC) durante suas vidas. Trata-se de uma doença crônica e evolutiva, que tem as veias tortuosas e dilatadas, conhecidas como varizes, como um de seus principais sinais.

    Surgimento de varizes é indício de insuficiência venosa crônica


    “As varizes são as
    manifestações clínicas no corpo do portador da insuficiência venosa crônica”, informa a angiologista Nivea Lins. O problema é diagnosticado após uma análise do histórico de sintomas vivenciados pelo paciente, que incluem o inchaço, ressecamento da pele, dor nas pernas, queimação e, em casos mais avançados, feridas, além do surgimento das varizes

    A médica explica ainda que o exame, assim como todo o processo de acompanhamento médico, deve ser feito por um especialista na área (um angiologista ou um cirurgião vascular), para avaliar as causas da doença. “A principal causa da IVC é a predisposição genética. Outras causas também relacionadas são alterações anatômicas congênitas, obesidade, hipertensão porta e trombose venosa profunda”, esclarece a especialista.

    Genética, obesidade e sedentarismo são os principais fatores de risco


    Entre os fatores de risco mais comuns para o aparecimento da doença, citados pela SBACV estão a obesidade, o sedentarismo e a tendência familiar. Há uma correlação genética em cerca de 70% dos casos de insuficiência venosa crônica. Além disso, o sobrepeso e
    a falta de uma prática regular de atividades físicas favorecem a sobrecarga do sistema venoso, tornando a circulação das pernas disfuncional.

    Atividades aeróbicas como caminhada, corrida, ciclismo, natação e hidroginástica são formas de estimular a musculatura e a circulação sanguínea, prevenindo as varizes. Manter a musculatura dos membros inferiores fortalecida, especialmente da panturrilha, também previne e ajuda a aliviar os sintomas da IVC, já que a região tonificada pode colaborar para uma compensação das alterações no bombeamento de sangue.


    Dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV):
    https://sbacvsp.com.br/insuficiencia-venosa-cronica-varizes-dos-membros-inferiores/

    Tags
    circulação
    dor nas pernas
    varizes
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes