AchèAchè
    search
    Título

    Câncer de testículo: é possível prevenir a doença? Descubra!

    Saúde do Homem

    Por

    O câncer de testículo é uma das neoplasias mais comuns em homens jovens, entre 15 e 35 anos, e seu sintoma mais comum é a formação de um nódulo – geralmente indolor – do tamanho de uma ervilha. Para conscientizar a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce, entrevistamos o urologista Conrado Alvarenga, que nos trouxe informações importantes sobre as principais formas de prevenção da doença e sobre os sintomas de câncer testicular

    Neste texto, você encontrará dicas fundamentais para cuidar da saúde dos testículos e evitar o câncer testicular. Acompanhe!

    O câncer de testículo é uma doença bastante comum? Há grupos de risco?

    Segundo o Dr. Alvarenga, o câncer de testículo representa cerca de 5% dos tumores malignos em homens, o que ressalta a importância da conscientização sobre esta doença. Homens com infertilidade precisam de atenção redobrada, já que essa condição está associada a um aumento de risco de câncer nos testículos. 

    Esse alerta é ainda mais relevante quando o homem relata ter tido criptorquidia na infância, que é a demora na descida dos testículos para a bolsa testicular. Histórico familiar da doença, ou seja, um avô ou pai diagnosticado com câncer no testículo, é outro fator de risco importante. 

    Existem formas de prevenção? Que cuidados são importantes?

    A principal arma no combate ao câncer de testículo são o diagnóstico e o tratamento precoces, quando os nódulos ainda estão pequenos e são facilmente removidos cirurgicamente. Como não existem medidas específicas para a prevenção deste tipo de câncer, a avaliação de rotina no urologista é sempre recomendada para todos, especialmente para pessoas que se encontram nos grupos de risco, ou seja, portadores de infertilidade e criptorquidia. 

    Quais são os principais sintomas de câncer nos testículos?

    Os sintomas de câncer no testículo que devem chamar atenção e motivar uma visita ao consultório médico são: 

    – Nódulo ou inchaço indolor no testículo;

    – sensação de peso no saco escrotal;

    – dor ou desconforto na região lombar, no baixo-ventre, na virilha, no testículo ou no saco escrotal;

    – em casos de crianças, puberdade precoce.

    Essa é uma doença de alta mortalidade? Como funciona o tratamento?

    Se você está se perguntando se o câncer de testículo pode matar, a gente te responde: esta doença não costuma ser fatal, mas é importante que ela seja diagnosticada e tratada precocemente para que não ocorram maiores complicações. 

    Na consulta, o diagnóstico será feito com base nos sintomas apresentados pelo paciente e no resultado de exames que poderão ser solicitados pelo profissional. A partir daí, será hora iniciar o tratamento. “O tratamento consiste na remoção em alguns casos do tumor ou do próprio testículo acometido. Alguns pacientes precisam de tratamentos adjuvantes, como quimioterapia e radioterapia”, afirma Dr. Alvarenga. 

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes