search
    Título

    Angina: Saiba mais sobre esse sintoma, que pode indicar um ataque cardíaco

    Uncategorized

    Por

    A angina é o sintoma que expressa a falta de oxigenação do miocárdio, o músculo do coração, e faz referência à dor no peito sentida pelos pacientes. A causa do problema é a obstrução parcial ou total de uma das artérias coronárias, responsáveis por irrigar o coração. A angina pode indicar um ataque cardíaco prestes a acontecer ou surgir até mesmo durante o infarto.

     

    Angina pode aparecer também no estômago e nas costas

     

    “A angina pode se apresentar como dor no peito, cansaço inexplicado ou falta de ar. A dor no peito pode não ser, exatamente, uma dor e pode ser descrita como sensação de aperto, queimação, desconforto, opressão ou peso no tórax”, afirma a cardiologista Ana Catarina de Medeiros Periotto. A angina clássica irradia para braços, pescoço e mandíbula, mas pode irradiar também para as costas e a boca do estômago.
    De acordo com a médica, outros sintomas podem aparecer junto à angina, como náusea, vômito, suor frio, falta de ar e palidez no rosto que, juntos, indicam que o coração está recebendo pouco sangue. Além da hipertensão arterial, outros fatores de risco para a angina são a obesidade, o diabetes, o sedentarismo, o tabagismo e colesterol alto.

     

    Tratamento da angina pode utilizar vários medicamentos

     

    Ao notar essa sensação de dor ou peso no peito, é importante procurar a ajuda de um profissional. “O tratamento da angina é feito com medicamentos que impedem a agregação das plaquetas para, assim, impedir que elas formem um coágulo dentro da artéria coronária”, diz a especialista. São utilizadas ainda medicações que controlam os índices de colesterol, estabilizando a placa de gordura.
    Outros tipos de medicamentos também são indicados para diminuir os batimentos do coração, para dilatar as artérias e melhorar o fluxo de sangue. “É importante ainda realizar exames complementares, como teste ergométrico, cintilografia miocárdica, ecocardiograma, angiotomografia de coronárias e cateterismo cardíaco, para avaliar a possibilidade de tratar os entupimentos arteriais com angioplastia ou cirurgia cardíaca de ponte de safena”, completa Ana Catarina.
    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes