search
    Título

    Alzheimer é genético? Você deve se preocupar com o risco de desenvolver a doença?

    Alzheimer
    Sintomas

    Por Dr. Ricardo Komatsu

    1 de novembro de 2017

    O Alzheimer é uma doença influenciada, em parte, pela carga genética, o que significa que se você possui casos na família, pode ter um risco maior de desenvolvê-la. Contudo, não há como controlar esse fator, então a prevenção e tratamento devem ser feitos em cima dos fatores ambientais, que também influenciam no desenvolvimento e manifestação da doença.

    Alzheimer é hereditário: veja como esse fator influencia o quadro

    “Apesar da questão genética associada ao Alzheimer, é importante enfatizar que os exames genéticos são recomendados apenas no âmbito de pesquisa, já que não modificam o início ou curso da doença. Portanto, na prática clínica, o foco é o combate aos fatores de risco que podem ser modificados”, aponta o geriatra Ricardo Komatsu.

    O médico explica que o principal fator de risco genético para que você venha a desenvolver Alzheimer é a apolipoproteína E4 (APOE4). “Essa substância interfere com a remoção da proteína beta-amilóide (Aß) do cérebro e também é processada em fragmentos neurotóxicos, o que pode afetar várias gerações em uma mesma família”, afirma.

    Importância de combater os fatores de risco modificáveis do Alzheimer

    Conforme aponta o especialista, os principais fatores de risco modificáveis da doença de Alzheimer são: hipertensão arterial, diabetes, obesidade, sedentarismo e inatividade intelectual, depressão, tabagismo, baixa escolaridade, e alimentação quantitativa e qualitativamente insatisfatória. “De acordo com o estudo de Rotterdam, a eliminação desses fatores de risco levaria à uma redução de 30% na incidência de demência”.
    Para obter isso,  é importante que você adote hábitos de vida saudáveis. Quanto mais cedo isso for iniciado, melhor. Prática regular de exercícios físicos, dieta balanceada, se manter socialmente e intelectualmente ativo e ter o sono bem regulado são algumas medidas importantes nesse sentido.    
    Foto: Pixabay

    Newsletter
    Tags
    alzheimer
    genética
    saúde mental
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes