AchèAchè
    search
    Título

    A síndrome das unhas frágeis pode causar a perda de uma unha?

    Uncategorized

    Por

    Unhas frágeis, debilitadas, finas, moles e com dificuldade de crescimento, essas são as características de uma condição chamada de síndrome das unhas frágeis (SUF). Trata-se de uma diminuição da resistência da unha, que pode ser ocasionada por fatores químicos, físicos ou por condições intrínsecas ao organismo, como doenças que impeçam a formação correta das unhas. Essa condição pode causar a perda de uma unha? Descubra!

    A síndrome das unhas frágeis pode levar a perda de um terço da unha


    Segundo a dermatologista Janine Pichler, são raros os casos em que um quadro de SUF leva a perda total da unha, mas a gravidade pode variar. Nos casos mais graves, as unhas frágeis comprometem a unidade ungueal, que é composta pela parte dura da unha,
    formada pela proteína queratina, e por outras estruturas que prendem a unha ao dedo. 

    “Clinicamente, as manifestações mais usuais da SUF são a onicosquizia, descamação lamelar da borda livre ungueal, e a onicorrexe, caracterizada por alteração da espessura da lâmina ungueal e estriações”, explica a médica. Ou seja, no geral, a síndrome cursa com descamação e afinamento das unhas, não com a queda completa das mesmas.

    Alimentos ricos em vitamina B7 fortalecem as unhas


    Além da ação de agentes externos, que podem causar traumas as unhas, acredita-se que uma
    alimentação carente, principalmente em vitaminas, pode contribuir para o problema. A biotina, uma vitamina do complexo B também conhecida como B7, é um nutriente que estimula o fortalecimento e contribui para melhorar a saúde das unhas. Em casos mais graves, é comum que o tratamento envolva suplementação oral desse composto, mas ele pode ser obtido através de alimentos como amendoim, nozes, tomate, couve-flor, gema de ovo, entre outros.

    Para uma recuperação efetiva, é recomendado que outras medidas também sejam empregadas no tratamento, como adotar intervalos regulares no uso de esmalte, evitar o uso de acetona, não roer as unhas e mantê-las curtas e limpas. Vale lembrar que é fundamental procurar um profissional especialista para a avaliação do quadro, uma vez que unhas frágeis podem também indicar outras doenças.

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes