AchèAchè
    search
    Título

    Existem alimentos que podem ajudar no tratamento de unhas frágeis?

    Uncategorized

    Por

    A síndrome de unhas frágeis se caracteriza por unhas debilitadas, que crescem pouco, quebram com facilidade e são finas ou moles. Normalmente está associada a hábitos como contato com agentes químicos (acetona, detergente, sabão, ácidos), traumas ligados à digitação e mania de roer as unhas. Todavia, a alimentação também tem a sua parcela de influência neste quadro.

     

    Alimentação rica em biotina ajuda a fortalecer unhas

     

    De um modo geral, alterações na dieta não tendem a prejudicar diretamente a saúde das unhas. No entanto, um cardápio rico em biotina, também conhecida como B7, uma vitamina do complexo B, pode ajudar a melhorar a saúde das unhas. Além das unhas, o componente também fortalece os cabelos, ajudando a prevenir algumas formas de calvície.
    “Amendoim, nozes, tomate, gema do ovo, cebola, cenoura, alface, couve-flor e amêndoa são alguns dos alimentos ricos em biotina que são recomendados para quem deseja fortalecer as unhas”, diz a dermatologista Camila Anna Hofbauer Parra. “Carne vermelha, leite, frutas e sementes também contam com o nutriente”.

     

    Mudança de hábitos é importância para tratar síndrome de unhas frágeis

     

    Outra maneira de obter a biotina é por meio de suplementação oral, diz a médica. A vitamina é uma das recomendações do tratamento, mas há mais dicas. Uma delas se destina, principalmente, às mulheres. “Orientamos intervalos entre as sessões de manicure, deixando as unhas sem esmalte por alguns dias. Durante este período é legal aproveitar para hidratá-las bem”, recomenda Camila.

    A utilização de esmaltes fortalecedores, hidratação e interrupção ou diminuição dos hábitos causadores dos traumas são as indicações mais comuns para o fortalecimento das unhas. O comprimento delas também é um fator a ser levado em consideração, pois, por terem baixa capacidade de retenção de líquidos, unhas longas tendem a se tornar mais desidratadas e quebradiças.

    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes