Qual a relação da prática de exercícios com o tratamento de hipertensão?


  • +A
  • -A

Praticar atividades físicas é uma das medidas indicadas pelos médicos durante o tratamento da hipertensão arterial. A verdade é que os exercícios fazem bem até mesmo para quem não tem a doença, mas nos hipertensos, fazer uma caminhada ou natação com frequência é fundamental para estabilizar a pressão e evitar as complicações típicas do problema, como um infarto.

Sedentarismo dificulta tratamento da hipertensão


“A atividade física melhora a circulação sanguínea e a elasticidade dos vasos. Também tem um importante efeito sobre a regulação de sal e água pelo rim e sobre os hormônios, o que contribui com a melhora dos níveis de pressão arterial”, afirma a cardiologista Ana Catarina de Medeiros Periotto, que diz ainda que o efeito dos exercícios pode durar até 16 horas.

Sem as atividades físicas, seu tratamento fica mais difícil. O sedentarismo, que segundo a profissional é tão ruim quanto o hábito de fumar, faz o peso corporal aumentar, além de diminuir o metabolismo e elevar o risco de complicações. Portanto, deixe a preguiça de lado e comece a se movimentar. Não se esqueça de seguir as outras medidas indicadas por seu médico, que também são essenciais para controlar a pressão arterial, como tomar a medicação e ter uma alimentação mais saudável.

Quais são as atividades físicas mais indicadas para pessoas hipertensas?


Você pode se dedicar à prática de qualquer atividade, desde dança e pilates a corridas, mas existem alguns
exercícios mais indicados para pacientes com hipertensão. “Os exercícios aeróbicos, que aceleram a frequência cardíaca e a respiração, têm um impacto de maior benefício sobre a pressão arterial, mas é possível fazer musculação com cargas leves e moderadas”, afirma a médica.

Por outro lado, você deve evitar a musculação com cargas elevadas, como levantamento de peso, e exercícios de resistência muscular, porque há o risco de elevar os níveis da pressão e aumentar em excesso o músculo do coração. “É possível para um hipertenso participar até de atividades de competição, como futebol e maratonas, desde que a pressão esteja controlada e que os níveis se mantenham controlados durante o exercício”, alerta Ana Catarina. Na dúvida, não deixe de se consultar com um cardiologista antes de qualquer prática.

Dra. Ana Catarina de Medeiros Periotto é cardiologista, formada em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande e com residência em Cardiologia pelo Hospital Federal dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. CRM-SP: 141696 – www.anacatarinacardio.com.br

Foto: Shutterstock

TAGS
cardiovascular
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Qual a relação da prática de exercícios com o tratamento de hipertensão?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.