Qual é diferença de transtorno de personalidade borderline e transtorno bipolar?


  • +A
  • -A

Fazer a diferenciação entre o transtorno de personalidade borderline e do transtorno bipolar é difícil, pois ambos apresentam uma característica bastante similar, que é a alternância de humores opostos. Ou seja, o paciente em um momento está se sentindo eufórico e no outro apresenta comportamentos depressivos. Para obter o diagnóstico preciso de um ou do outro, é necessário cuidado e atenção aos detalhes.

 

Diferenças entre transtorno de personalidade borderline e transtorno bipolar

 

“O transtorno bipolar é uma doença que envolve desregulação mais espontânea e duradoura do humor. Dura pelo menos uma ou duas semanas com humor persistentemente eufórico, irritável ou deprimido. Já no transtorno de personalidade borderline, essa desregulação do humor é mais fugaz e influenciada por eventos exteriores. O paciente experimenta eventos de vida com emoções ruins de forma muito mais intensa, mas dentro de algumas horas estão de volta à normalidade”, explica o psiquiatra Giovani Missio.

Outra diferença importante apontada pelo especialista: as alterações de humor no transtorno bipolar vêm acompanhadas de outros sinais e sintomas, como alterações no sono, no apetite, na energia, na concentração etc. Já na síndrome de borderline, o que acompanha as alterações emocionais são os comportamentos mal adaptativos.

“Esses comportamentos mal adaptativos são ferramentas psicológicas inadequadas para lidar com o estresse. Exemplo: se cortar para que a dor física ajude a afastar uma emoção ruim. Outro comportamento característico do borderline é o ‘apego inseguro’. Nele, o paciente se apresenta dependente emocionalmente”, explica o psiquiatra.

 

Tratamento do transtorno de personalidade borderline e do transtorno bipolar

 

Assim como em outros transtornos mentais, o tratamento de ambas as condições deve ser feito com associação de psicofármacos e psicoterapia. “Os psicofármacos, especialmente os estabilizadores de humor, são imprescindíveis no tratamento do transtorno bipolar. Já a psicoterapia é imprescindível no tratamento do transtorno de borderline”, afirma Missio.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Giovani Missio

Dr. Giovani Missio

Psiquiatria

CRM: 127682 / SP

TAGS
psicologico
transtorno-bipolar

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

27 comentários para "Qual é diferença de transtorno de personalidade borderline e transtorno bipolar?"

Mônica Rego

Tenho um filho diagnosticado com transtorno bipolar, porém esse artigo me trouxe dúvidas quanto ao diagnóstico. Lendo esse artigo, verifiquei que ele tem mais sintomas de boderline do que de bipolaridade.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Mônica. É importante buscar uma consulta presencial com o psiquiatra para identificar qual a doença e assim iniciar o tratamento adequado de acordo com as necessidades do paciente. Até a próxima.

Claudia

Muito esclarecedor! Bem objetivo e ótima diferenciação!

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Claudia. Ficamos felizes por saber que tem apreciado nossas matérias. Continue nos acompanhando para receber mais informações sobre saúde doenças e tratamentos. Até logo.

Marcos

Fazer um “happy-hour” com amigos frequentemente é a melhor solução para dar adeus à depressão.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Marcos. Agradecemos por compartilhar seu comentário. Vale ressaltar que buscar orientação profissional também é necessário. Diante de uma consulta presencial com o psiquiatra será possível iniciar o tratamento mais adequado e assim amenizar os sintomas e obter maior controle das crises. Até breve.

Mr. B

É possível que a pessoa apresente os sintomas de ambos, ou seja, tenha os dois?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Mr. B. De acordo com a especialista Dra. Érika Mendonça de Morais, um paciente pode apresentar um quadro misto de transtornos mentais, o que é bastante comum. Essa associação de duas doenças e seus respectivos sintomas exige que os tratamentos específicos de cada distúrbio sejam realizados ao mesmo tempo. Até breve.

sandra clermann

Bom dia Poderiam me enviar mais matérias sobre comportamento Boderline e Bipolar? Sou medica e gostaria de me aprofundar nestas patologiasatt

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Sandra. Temos algumas matérias no nosso site sobre os temas solicitados. Confira nos links abaixo. Abraços.

https://cuidadospelavida.com.br/busca/transtorno%20de%20Borderline

https://cuidadospelavida.com.br/busca/transtorno%20bipolar

Angelita

Bem objetivo e esclarecedor, nós que temos transtornos precisamos sempre de informações, porém pela própria doença essas informações têm de ser consisas.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Angelita. Ficamos felizes por saber que tem apreciado nossas matérias. Continue nos acompanhando para receber mais dicas e informações como essa. Até a próxima.

ana lucia

ótima matéria! Não conhecia a sindrome bordeline.Realmente esclarecedor

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ana. Ficamos felizes em saber que nossas matérias tem agregado no seu conhecimento e sanando suas dúvidas sobre o tema. Continue por aqui para mais informações e dicas sobre saúde, doenças e tratamentos. Até breve.

isa

Fui diagnostica com bordeline ha 15 anos a trás, diagnóstico errado.Tomei medicações fortíssimas, hoje vivo muito bem, porém devido ao uso prolongado de medicamentos, meu cerebro não é capaz de adormecer sozinho ( estou lutando para resolver isso), minha capacidade de aprendizagem diminui. Na época eu estava passando por crise de estresse, não precisava tomar medicamento por tanto tempo.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Isa. Lamentamos o ocorrido e desejamos melhoras. Continue por aqui para mais matérias e dicas sobre saúde. Até logo.

Ana Paula Maia

Minha mãe foi diagnosticada com Transtorno Bordeline. Quanto à psicoterapia, eu e minha irmã forçamos a situação e acompanhamos se ela vai ou não as consultas ligando para a clínica.Com relação a medicação, temos certeza que ela não toma. Ela mora sozinha.Como podemos convencê-la a ingerir a medicação? Já pensamos inclusive em conversar novamente com a terapeuta.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Ana. É importante adesão total ao tratamento para que ele seja eficaz. Conversar com o médico ou até mesmo com o terapeuta pode ser uma ferramenta crucial para que sua mãe faça o tratamento de acordo com a prescrição. Desejamos sucesso no tratamento. Até a próxima.

Claudia silva

Gostaria de mais informações sobre borderline minha filha se cortou várias vezes , ela tem muitas mudanças no humor. As vezes ta muito feliz outra hora ta chorando triste. Ela tem uma psicologa mais ela nunca mim falou o que ela tinha . Falou que era da idade ela tinha na época 12 anos. Obrigada

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Claudia. Agradecemos por compartilhar seu relato. É importante buscar também atendimento com o psiquiatra, este especialista poderá orienta-la de forma completa inclusive indicar o tratamento adequado para a sua filha. Temos algumas matérias sobre esse tema. Clique no link abaixo e confira.

https://cuidadospelavida.com.br/busca/borderline

Meu.marido tem época que está bem, se cuida faz barba. Em outra época fica agitado e silencioso, se pergunta alguma coisa da fora. Bota fazer debaixo do travesseiro, e quando fica muito tempo assim, usa cocaína. Durante uma semana, e para. Ainda não consegui entende-lo. Dessa vez ele foi além do limite depois de 19 anos de casada. Abril um bar em frente minha casa. Mais ou menos 1 anos. Ele quis expulsar todo mundo do bar com faça por causa do barulho. Vai no psiquiatra, mais não toma o remédio, ele usa constante é rivotril, desde que conheci. Para dor, para qualquer sintoma só rivotril. Eles são 7 irmãos e uma mãe todos são viciados em rivotril, só ele que de vez enquanto usa cocaína. Deus que me perdoe, guiando usa fica calmo parece outra,pessoa, sem ela que fica agressivo.

Preciso de uma orientação. Hj ele está na casa da mãe. Porque meu emocional está muito abalado. Sou Assistente social e ainda faço uma pos de política sociais.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá. Agradecemos por compartilhar seu relato. É de suma importância que seu marido busque atendimento com um profissional especializado para iniciar o tratamento adequado e assim trazer maior controle dos sintomas e maior qualidade de vida para ele. Até breve.

Neli

Faço tratamento para depressão e sindrome do pânico, mas tinha dúvidas quanto à transtorno bipolar.Hoje com essa matéria, me senti bem tratada, pois minha psiquiatra, já havia falado que não tinha transtornos. Obrigada PS. Minha irmã faz tratamento de transtorno bipolar, essa síndrome pode ser hereditário.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Neli. Ficamos felizes por saber que tem apreciado nossas matérias. Temos mais matérias que aborda esse tema. Clique no link abaixo e confira. Abraços.

https://cuidadospelavida.com.br/busca/transtorno

Gislaine

Sou bipolar, trato a mais de 20 anos, nos últimos anos a depressão tem sido mais constante que a euforia. Faço psicoterapia e terapia medicamentosa, já passei por diversas hospitalizações, mas observo que os fatores da vida em si familiares e sociais em geral me atingem muito, pensamentos suicidas são muito constantes, busco sempre me manter bem informada e driblar meu cérebro para sair desses pensamentos. Não é fácil conviver com essa doença.

Francine

Olá, faço tratamento para Transtorno bipolar a uns 13 anos, hoje me sinto muito melhor, faço uso continuo das medicações, mas mesmo assim tenho crises de tristeza e aí q está o problema, tenho compulsão por compras, depois fico eufórica, me acho uma super mulher, mas qdo vejo vejo meu saldo bancário entro em desespero… Não sei oq fazer, estou desesperada, meu marido disse q não vai me ajudar mais!

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Francine. É muito bom saber que ficou forte no tratamento e teve progresso, recomendamos que continue seguindo as prescrições do médico. É fundamental que compartilhe com ele essas complicações, tanto sobre as crises de tristeza, quanto sobre a compulsão por compras e a euforia, e fale também sobre como isso está afetando o seu dia a dia. Sabendo disso, ele poderá verificar a possibilidade de ajustar o tratamento conforme a sua necessidade. Estamos torcendo por você! Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.