Como é o tratamento de cada um dos tipos de transtorno bipolar?


  • +A
  • -A

O transtorno bipolar é uma doença psiquiátrica caracterizada pela recorrência, ao longo do tempo, de episódios de euforia e de depressão e pode ser dividida em dois tipos principais, o I e o II. A diferença entre eles é, basicamente, a intensidade das crises de euforia, mas o tratamento de cada um dos tipos de transtorno bipolar tem suas particularidades.

Duração da euforia diferencia os tipos de transtorno bipolar

“As crises de euforia no tipo I duram bastante tempo, uma semana ou mais, e são intensas, a ponto do paciente ficar psicótico, ‘louco’. Geralmente, ele fica muito disfuncional, atrapalhado e com dificuldades de julgamento da realidade”, afirma o psiquiatra Giovani Missio, que tem o transtorno bipolar como sua principal área de atuação.

Já os pacientes com o tipo II apresentam uma forma mais leve de euforia, chamada pelos especialistas de hipomania. “Esses períodos costumam ser curtos, de 2 a 3 dias, e são caracterizados por uma melhora do humor, aumento de energia, sem prejuízo funcional ou do julgamento da realidade”, explica o médico.

Tipos I e II do transtorno bipolar devem ser tratados com medicações

Além do tipo I e do tipo II, de acordo com Missio, existe uma forma de menor intensidade chamada ciclotimia. Nela, a flutuação do humor é muito leve, tanto para euforia quanto para depressão. Na maior parte desses casos, o tratamento é feito apenas com acompanhamento psicoterápico.

Entretanto, quem tem os tipos I ou II precisa não só da psicoterapia, mas também do tratamento medicamentoso. No tipo I, como os pacientes costumam ser mais sensíveis aos antidepressivos, deve predominar o uso de estabilizadores de humor e nada ou quase nada de antidepressivos. “Pacientes com tipo II devem tomar estabilizadores de humor, mas eventualmente podem associar antidepressivos”, completa o psiquiatra.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Giovani Missio

Dr. Giovani Missio

Psiquiatria

CRM: 127682 / SP

TAGS
depressao
psicologico
transtorno-bipolar

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "Como é o tratamento de cada um dos tipos de transtorno bipolar?"

Dilza

Fui diagnosticada com transtorno bipolar tipo misto. Ele é menos grave que o tipo I ou II?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Dilza, Segundo o especialista, esses episódios mistos de transtorno bipolar são definidos pela presença de sintomas que satisfazem os critérios para mania/hipomania, associados a, pelo menos, três ou mais sintomas depressivos. Os episódios com características mistas têm duração que pode variar entre semanas a meses. Confira a matéria abaixo aonde o Dr. Leonardo Fabrício Gomes explica de forma bem simples e completa as características desse transtorno e orientações de como proceder no tratamento. Abraços.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/depressao/episodio-misto-transtorno-bipolar

Veronice

Realmente eu estou numa crise que foi o peito de tristeza desânimo como se minha vida n vale se a pena fui na psicóloga ela me passa Carbonato de lítio faz 2 dias eu tinha cortado os braços com uma gilete e parecia bom …..hoje só penso em chora e no quanto sou inútil….😭

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Veronice. É crucial para sua saúde buscar atendimento profissional e seguir o tratamento indicado afim de amenizar os sintomas do transtorno e trazer maior qualidade de vida para você. O psiquiatra é o profissional adequado para orienta-la de forma completa. Continue nos acompanhando para receber mais informações e matérias como essa. Até logo.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.