O tratamento pode prolongar a vida de um idoso diagnosticado com Alzheimer?


  • +A
  • -A

O mal de Alzheimer é uma doença degenerativa da memória e funções mentais em geral que acomete pessoas idosas, tendo em vista que um dos principais fatores de risco envolvidos é o próprio processo de envelhecimento. O tratamento tem efeito benéfico tanto na expectativa quanto na qualidade de vida do paciente.  

“Acompanho pacientes com demência da doença de Alzheimer desde o tempo em que não havia tratamento para o problema e a qualidade de vida dos pacientes era menor. Atualmente, com a possibilidade do diagnóstico ser feito precocemente e da utilização de medicamentos como base do tratamento, a sobrevida aumentou acentuadamente, assim como melhorou a qualidade de vida dos pacientes”, afirma o geriatra José Eduardo Martinelli.

 

Tratamento do Alzheimer

 

O tratamento do Alzheimer não recupera os danos já causados no cérebro, mas ele retarda a progressão da doença. Por isso, é fundamental que o diagnóstico seja feito o quanto antes, para que o tratamento seja iniciado o mais rápido possível. Dessa forma, é possível passar a controlar os sintomas ainda em um estágio satisfatório de lucidez e independência, aumentando as chances de manter o quadro nessas condições por mais tempo.

Os remédios possuem importância especial no tratamento do Alzheimer, já que, sem eles, é impossível conter o avanço devastador da doença. As medicações ajudam a aumentar os níveis da acetilcolina, um neurotransmissor crucial para as funções cerebrais que diminui de quantidade em função do Alzheimer. “A acetilcolina é o neurotransmissor mais acometido na doença. À medida que esta evolui, faz com que a substância deixe de ser produzida, praticamente”, pontua Martinelli.

 

Outras medidas que ajudam no tratamento

 

Além dos medicamentos, o Alzheimer deve ser tratado com outras medidas que tenham como objetivo estimular a mente do paciente. Portanto, atividades que exercitem a cognição e a memória, como jogos, leitura e escrita ajudam bastante. Exercícios físicos também trazem benefícios, assim como a socialização frequente com familiares, amigos, já que conversar estimula positivamente a mente do idoso.

 

 

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. José Eduardo Martinelli

Dr. José Eduardo Martinelli

Geriatria

CRM: 27875 / SP

TAGS
alzheimer

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "O tratamento pode prolongar a vida de um idoso diagnosticado com Alzheimer?"

Carlos Eduardo Bigega

Boa noite gostaria de saber se tem alguma palestra ou encontro de família, ou ajuda a cuidadores, eu sou filho único estou totalmente perdido sofrendo com minha mãe com awsaimer. Preciso de conselho ajuda sou sozinho estou muito desesperado preciso de ajuda. Conselho uma palavra amiga de profissionais q me ajude a encontrar melhor qualidade de vida para minha mãe e para mim. Estou muito mal. Por favor peço uma oportunidade de ter um apoio de profissionais. Muito obrigado. Por favor me envie uma mensagem. Agradeço desde já agradeço muito. Meus tem 11 98051 3066 Eduardo

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Carlos Eduardo, temos uma sessão no site especialmente direcionada aos Cuidados pelo Cuidador. Segue o link para você: https://cuidadospelavida.com.br/especiais/saude-mental
Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.