Oleosidade na pele: o que é o efeito rebote?


  • +A
  • -A
Imagem do post Oleosidade na pele: o que é o efeito rebote?

Pessoas com a pele oleosa devem procurar tratamento adequado com um dermatologista, pois a produção excessiva de sebo pelas glândulas sebáceas prejudica a saúde da pele, aumentando os riscos de inflamações, como a acne. Porém, é possível que mesmo com o tratamento em andamento o paciente sofra com um fenômeno conhecido como efeito rebote.

“O efeito rebote consiste no aumento da oleosidade ao se iniciar o tratamento para combatê-la. Ou seja, acontece exatamente o contrário do que esperamos”, afirma a dermatologista Daniela Aidar. Vale ressaltar que esse termo é utilizado de forma geral na medicina para indicar que os sintomas de determinado quadro retornaram (às vezes até mais intensos), mesmo com tratamento adotado.   

Causas do efeito rebote na pele oleosa


De acordo com a especialista, o principal motivo do efeito rebote é a
remoção excessiva da oleosidade durante um tratamento para pele oleosa. Isso altera também a barreira de hidratação natural da pele. Pode ocorrer por lavagens excessivas, uso de sabonetes muito abrasivos, uso de ácidos etc.

“Muitas vezes os pacientes ficam ansiosos em retirar toda a oleosidade, fazendo inúmeras lavagens ao dia, ou então aplicando quantidades exageradas de ácidos. Desse modo, a pele se torna seca e a barreira cutânea deficiente. Assim, as glândulas sebáceas, na tentativa de retomar a barreira de hidratação da pele, produzem mais oleosidade, piorando o quadro”, acrescenta.

Tratamento do efeito rebote de oleosidade


O ideal, pensando em evitar e tratar o problema, é marcar consulta com um dermatologista para adequar os produtos ao seu tipo de pele. Pacientes com pele muito oleosa merecem ácidos e
sabonetes mais potentes; oleosidade menos intensa merece sabonetes e ácidos mais leves. “Devemos lembrar que a pele oleosa, mesmo em tratamento, deve ser hidratada também para evitar esse efeito rebote. Claro que o hidratante deve ser específico para apenas repor a barreira cutânea, sem piorar a acne e a oleosidade”.

Dra. Daniela Aidar é dermatologista formada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). CRM-SP: 156459

Foto: Shutterstock

TAGS
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Oleosidade na pele: o que é o efeito rebote?"

Laércio Barros

Muito interessante a matéria, desejo saber se existem medicamentos em cápsulas para tomar via oral, se tem este qual seria o indicado?

Cuidados Pela Vida

Oi Laércio, toda medicação deve ser prescrita após avaliação médica. Recomendamos que você realize uma consulta. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.