Queda de cabelo: é possível se prevenir da calvície?


  • +A
  • -A
Imagem do post Queda de cabelo: é possível se prevenir da calvície?

A calvície é o nome dado à alopecia androgenética, também chamada pelos médicos pela sigla AAG. Esse distúrbio, como o próprio nome dá a entender, é genético e provoca afinamento progressivo dos fios, característica que tende a piorar com o passar dos anos. Para se prevenir da calvície, é importante procurar ajuda especializada com rapidez.

Diagnóstico precoce da calvície ajuda a diminuir a queda de cabelo


“A prevenção, normalmente, inclui o diagnóstico precoce, com exame de tricoscopia do couro cabeludo, que identifica sinais como rarefação do cabelo. Nestes casos, como geralmente há
predisposição familiar, podem ser indicadas medicações orais precocemente, com o objetivo de fazer com que a queda capilar seja lenta”, afirma o dermatologista Bruno Vargas.

Nos homens calvos, com a genética por trás da calvície, o distúrbio surge por causa do hormônio dihidrotestosterona, chamado de DHT. “No couro cabeludo, o DHT promove a miniaturização folicular, um processo que vai diminuindo progressivamente o tamanho dos folículos capilares, além de afetar o ciclo capilar”, explica o profissional. Nestes casos, injeção no couro cabeludo de micronutrientes, lasers e LED também são opções para frear a calvície.

Má alimentação e estresse podem ser a causa da calvície


De acordo com o médico, a alimentação interfere na saúde de nosso organismo como um todo, o que acaba impactando também na saúde do cabelo. Alguns pacientes sofrem com deficiências de vitaminas ou minerais que aceleram a queda dos fios. Mudanças na alimentação, com suplementação de nutrientes, em alguns casos, podem resolver o problema.

Além disso, o estresse também afeta os cabelos e deve ser reduzido ao máximo para preservar os fios. Alterações hormonais, como desordens na tireoide, também podem ser a causa da queda intensa de cabelo. Por isso, procurar um dermatologista assim que perceber os primeiros sinais da calvície é importante para que o paciente seja direcionado ao melhor tratamento e à melhor prevenção.

Dr. Bruno Vargas Aniceto é dermatologista, graduado em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). CRM-MG 38959 – clinicabrunovargas.com.br

Foto: Shutterstock

TAGS
cabelos

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Queda de cabelo: é possível se prevenir da calvície?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.