Depressão pós-infarto: você sabia que essa complicação pode aumentar os riscos de morte?


  • +A
  • -A
Imagem do post Depressão pós-infarto: você sabia que essa complicação pode aumentar os riscos de morte?

O infarto do miocárdio é uma das principais complicações da hipertensão e é causado pela obstrução prolongada do fluxo sanguíneo que chega ao coração. Como consequência, o músculo cardíaco pode sofrer danos sérios. Um momento tão impactante como esse pode causar o que os médicos chamam de depressão pós-infarto, uma condição que aumenta os riscos de morte para o paciente.

Pessoas que infartam têm mais chance de ter depressão


De acordo com a cardiologista Ana Catarina de Medeiros Periotto, a depressão é três vezes mais frequente entre os
pacientes que sofrem infarto do que na população em geral. Para muitos, o infarto é capaz de modificar a forma de ver o mundo e de levar a vida, além de gerar muita ansiedade e de atrapalhar também a autoestima.

“A depressão gera um sentimento de culpa, temor da morte, baixa autoestima, autoimagem distorcida e pode piorar o autocuidado do paciente”, afirma a profissional. Algumas pessoas deprimidas tendem a abandonar o tratamento e a suspender as medicações por não verem sentido na vida e por não terem prazer de cuidar de si mesmas, o que representa um grande risco para o paciente.

Depressão pós-infarto tem tratamento


Segundo a médica, acredita-se que na maioria dos casos a depressão pós-infarto é apenas a manifestação de uma condição que já estava em andamento antes do ataque cardíaco e os sintomas apenas se agravaram ou se tornaram mais evidentes depois do episódio.

Ao notar alguma mudança de comportamento, um profissional da área pode aplicar questionários que avaliam o paciente, ajudam a compreender seu quadro e a graduar as várias formas de depressão. Identificado o problema, é necessário combatê-lo. “Há tratamentos como psicoterapia, terapia ocupacional, atividade física ao ar livre, medicamentos e estabilizadores do humor que ajudam o paciente com esta condição”, completa Ana Catarina.

Dra. Ana Catarina de Medeiros Periotto é cardiologista, formada em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande e com residência em Cardiologia pelo Hospital Federal dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. CRM-SP: 141696 – Site oficial

 

Foto: Shutterstock

TAGS
cardiovascular
coracao
infarto

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Depressão pós-infarto: você sabia que essa complicação pode aumentar os riscos de morte?"

Gostei muito da matéria de pressão alta , os tipos de esportes que pode fazer.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.