De que forma a hipertensão descontrolada pode levar a um infarto?

  • +A
  • -A

O infarto é uma das possíveis consequências da hipertensão, especialmente quando o quadro não é controlado. Ter a doença não significa que este sério episódio ocorrerá, já que um paciente em tratamento adequado diminui significativamente os riscos. Ou seja, é crucial que o indivíduo diagnosticado com hipertensão se mantenha em tratamento constante para evitar esta e outras complicações. 

Como a hipertensão pode provocar um infarto


“A hipertensão arterial não controlada leva a um aumento da progressão da aterosclerose (acúmulo de placas nas paredes das artérias, com obstrução do fluxo de sangue) em várias partes do corpo. No coração, promove hipertrofia ventricular e aterosclerose das artérias coronárias, o que resulta no aumento das
chances de haver infarto do miocárdio e insuficiência cardíaca congestiva”, informa o cardiologista Rubens Mattar Jr.

O controle da hipertensão deve ser feito com alguns cuidados rotineiros, os quais são indicados pelo médico que acompanha o paciente. O uso de medicamento específico merece destaque aqui, pois o controle dos sintomas do quadro depende bastante do uso de remédios capazes de dilatar os vasos sanguíneos, permitindo que o coração bombeie o sangue por todo o corpo de forma mais fácil. 

Medidas para controlar a hipertensão


“As drogas preconizadas para o tratamento da hipertensão arterial são essenciais para o controle da pressão arterial. É importante que o médico oriente o paciente quanto à necessidade de adesão adequada ao tratamento para controlar os níveis de pressão arterial nas metas recomendadas”, afirma o cardiologista. 

Além da parte farmacológica, o paciente deve buscar manter o peso adequado, evitar excesso de sal e gordura na alimentação, além de evitar ainda fumar e ingerir bebidas alcoólicas em excesso. “Também é importante controlar o diabetes mellitus, evitar estresse e checar periodicamente a pressão arterial”, finaliza o cardiologista.              

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. Rubens Mattar Júnior

Dr. Rubens Mattar Júnior

Cardiologia

CRM: 30054 / SP

TAGS
cardiovascular
hipertensao
infarto
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "De que forma a hipertensão descontrolada pode levar a um infarto?"

Cláudio Antonio

Tenho dores no peito nas laterais do corpo guando a perto foi sinto um incômodo do lado direito muito ruim

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Cláudio. É importante consultar-se com o médico para que ele realize os exames necessários e possa fazer um diagnóstico, podendo assim prescrever um tratamento adequado para finalizar os incômodos. Estimamos melhoras!

Dâmares Leocádia da Silva Soares

Ultimamente estou tendo muito stresse, e muita raiva. Logo sinto um mal estar com ância de vômito. E a pressão sobe, mesmo eu já tomando meus medicamentos. Q foi passado pelo cardiologista.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Dâmares. É sabido que o estresse influencia diretamente no nosso corpo e pode causar esses sintomas que você relata sentir. É importante que você identifique o que causa esse estresse e tente evitá-lo, se possível. Há também uma técnica de respiração que ajuda a controlar o estresse, a Dra. Renata Demarque ensina: “Deixe sua respiração fluir o mais profundo possível pela sua barriga, de forma confortável, sem forçá-la. Tente inspirar pelo nariz e deixar o ar sair pela boca. Respire suavemente e regularmente. Algumas pessoas acham útil contar de 1 a 5. Você pode não conseguir chegar a 5 no início. Então, sem pausar ou segurar sua respiração, deixe fluir suavemente, contando de 1 a 5 novamente, se achar isso útil. Continue fazendo isso por 3 a 5 minutos”. Deixo aqui também um dica de leitura para entender melhor como o estresse pode afetar os hipertensos, https://cuidadospelavida.com.br/meu-corpo/coracao/hipertensao-possivel-controlar-estresse . Estimamos melhoras. Abraços!

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.