Você sabia que abandonar o tratamento da hipertensão eleva seu risco de complicações relacionadas à doença?


  • +A
  • -A
Imagem do post Você sabia que abandonar o tratamento da hipertensão eleva seu risco de complicações relacionadas à doença?

A hipertensão é uma doença caracterizada pelo aumento da pressão arterial e, se não for controlada adequadamente, pode colocar em risco a saúde do seu corpo. Depois de fazer o diagnóstico, o médico deve indicar o tratamento mais adequado para seu quadro, incluindo o uso de medicações. Abandoná-lo pode aumentar o risco de complicações, como infartos e AVCs.

Efeito dos anti-hipertensivos dura 24 horas no corpo

“A medicação contra hipertensão atua em determinados setores do organismo, diminuindo a produção de algumas substâncias responsáveis por aumentar a pressão. Os medicamentos têm uma meia-vida, ou seja, um tempo de ação no corpo”, afirma a cardiologista Ana Catarina Periotto. A atuação do remédio escolhido por seu médico pode durar até 24 horas e, depois, os resíduos são eliminados do organismo.

“Os medicamentos devem ser tomados diariamente porque não atuam de forma permanente no nosso corpo. Sem o efeito da medicação, a pressão arterial tende a se elevar na pessoa hipertensa, que pode até desenvolver resistência”, alerta a especialista. Além de prestar atenção à frequência, respeitar a dose indicada pelo médico também é essencial para o sucesso do seu tratamento.

Sem tratamento, hipertensão pode afetar rins e olhos

 

Há ainda outro problema grave em suspender o uso dos medicamentos anti-hipertensivos: a doença pode até não causar sintomas em boa parte dos casos, mas é capaz de dilatar e enfraquecer o coração e as paredes das artérias, causando derrames e isquemias. Além disso, pode provocar insuficiência dos rins no longo prazo e cegueira.

Para evitar que sua pressão suba e que a doença evolua, é preciso seguir o tratamento medicamentoso, mas também é importante adotar outras medidas envolvendo o estilo de vida. Ana Catarina cita algumas: “Não fumar, evitar bebida alcoólica, dormir bem, beber de dois a três litros de água por dia, diminuir o sal e o consumo de alimentos industrializados, fazer atividade aeróbica e se manter dentro do peso”.

Dra. Ana Catarina de Medeiros Periotto é cardiologista, formada em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande e com residência em Cardiologia pelo Hospital Federal dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. CRM-SP: 141696 – Site oficial

Foto: Shutterstock

TAGS
avc
cardiovascular
coracao
infarto
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Você sabia que abandonar o tratamento da hipertensão eleva seu risco de complicações relacionadas à doença?"

Só tenho um rim e há pouco fui ao cardiologista preocupada, porque meus pés estamos inchando.O médico suspendeu um dos medicamentos e substituiu por outro e dobrou as miligramas do que eu já tomava.Agora minha pressão está alternando e já chegou a 178X95 e tenho palpitações.O que faço?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, o ideal é retornar em consulta com o médico para que ele possa reavaliar o tratamento. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.