search
    Título

    Varizes: meias elásticas são sempre indicadas durante a gravidez?

    Uncategorized

    Por

    Durante a gravidez é comum as varizes aparecerem ou se intensificarem, pois a pressão exercida pelo útero em crescimento reflete nas veias dos membros inferiores. Para evitar ou controlar o problema, as mulheres podem apostar no uso de meias elásticas, já que o poder de compressão destas ajuda a melhorar a circulação do sangue.   

    Uso de meias elásticas na gravidez

    “As meias elásticas são sempre indicadas. As meias de compressão melhoram a circulação dos membros inferiores, compensando as alterações naturais gravídicas e prevenindo edema, varizes e trombose venosa profunda. O uso de meias de compressão será contra-indicado em pacientes com doença arterial obstrutiva periférica, insuficiência cardíaca congestiva, neuropatia periférica avançada, infecções ou feridas nas pernas e em caso de alergia às meias”, informa o angiologista Rodrigo Fukushima.

    O especialista explica que, conforme o útero cresce, ocorre progressivo prejuízo na circulação dos membros inferiores por conta da compressão natural das vias de drenagem venosa abdominais (veia cava e veias ilíacas). “Por conta disto, muitas gestantes apresentam edema e desenvolvem varizes nos membros inferiores. Além disso, na gestação ocorre intensa retenção de líquidos e diversas alterações hormonais”, acrescenta.

    Tipos de meias elásticas para o tratamento de varizes


    O grau de compressão a ser utilizado dependerá do objetivo do tratamento.
    No caso das grávidas, são recomendadas meias específicas para gestantes. Há outras opções, como faixas elásticas, meias até o joelho (3/4), até a raiz da coxa (7/8) e meias comuns. “Os níveis de compressão mais comuns na prática clínica são: suave compressão (10-20 mmHg), média compressão (20-30 mmHg), alta compressão (30-40 mmHg) e extra alta compressão (> 40 mmHg)”, lista Rodrigo.
    No geral, as meias de compressão exercem pressão graduada nas pernas, o que significa que a pressão é maior na região do pé e tornozelo e menor na região do joelho (meias 3/4) ou na região da coxa (meias 7/8). Ou seja, quanto mais para cima, menos pressão. “Com este modelo de aplicação de pressão, as meias elásticas beneficiam o retorno do sangue e da linfa em direção ao coração”, conclui o angiologista.

     

    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes