search
Título

Redução de peso é fundamental para complementar tratamento do diabetes

Uncategorized

Por

A obesidade e o sobrepeso podem atrapalhar a qualidade de vida de qualquer pessoa e predispor a diversos problemas de saúde. Para quem tem diabetes, esses quilos a mais passam a ser uma pedra no sapato ainda maior porque dificultam o controle da doença. Nestes pacientes, emagrecer se torna uma medida fundamental para complementar o tratamento do diabetes.
O sobrepeso e a obesidade podem deixar seu organismo mais resistente à insulina e piorar seus níveis glicêmicos. “Além disso, a obesidade pode trazer um acúmulo de fatores de risco para doenças cardiovasculares, como aumento dos níveis de colesterol, gordura no fígado, aumento do ácido úrico e hipertensão arterial”, explica a endocrinologista Daniele Zaninelli.

Sobrepeso e obesidade influenciam tratamento do diabetes


Segundo a médica, seu excesso de peso pode determinar como a busca pelo controle do diabetes será feita: “Nos pacientes com baixo peso, a deficiência na secreção de insulina pode predominar, enquanto que naqueles com excesso de peso, a resistência à insulina costuma ter papel importante”. Esta diferença muda a abordagem medicamentosa feita pelo médico.

Se você foi diagnosticado com o tipo 2 do diabetes, saiba que está no grupo que mais se beneficia com o emagrecimento. “Pesquisas mostram que pacientes com diabetes que se envolvem em programas de emagrecimento, mesmo que por um período limitado de tempo, apresentam uma redução de cerca de 25% nas taxas de mortalidade nos anos seguintes, mesmo nos casos em que a perda de peso não foi totalmente mantida”, afirma a especialista.

Atividades físicas e alimentação saudável ajudam a emagrecer


Depois de entender porque a redução de peso é importante no tratamento do diabetes, é hora de agir pensando no longo prazo. A primeira medida que você deve tomar é consultar um especialista para verificar quais
mudanças nos hábitos alimentares são necessárias para perder peso. O médico poderá propor pratos saudáveis e em quantidades adequadas, sempre levando em consideração suas preferências.
Deixar de ser sedentário também é uma das atitudes citadas por Daniele: “A atividade física regular deve ser estimulada, pensando não só no gasto energético, mas também nos benefícios metabólicos que levam à melhora da glicemia e de outros fatores de risco cardiovascular”. A profissional diz ainda que hoje existem medicamentos utilizados no tratamento do diabetes que geram o benefício adicional da perda de peso, sendo mais uma ferramenta no combate à obesidade e suas complicações.
Dra. Daniele Zaninelli é endocrinologista formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e atua em Curitiba. CRM-PR: 16876
Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes