AchèAchè
    search
    Título

    Quem toma sol por poucos minutos pode usar filtro solar só no rosto?

    Uncategorized

    Por

    Segundo dados divulgados pela Campanha Nacional do Câncer de Pele, realizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), mais de 60% dos brasileiros não usam qualquer tipo de proteção para a pele no seu dia a dia, o que pode prejudicar a saúde, já que a exposição à radiação ultravioleta (UV) emitida pelo sol pode causar diversos danos à pele, como queimaduras, surgimento de manchas no rosto e no corpo e até câncer. Mas, será que quem toma sol por poucos minutos precisar usar filtro solar no corpo todo ou pode aplicá-lo só no rosto? Entenda!

    Usar filtro solar só no rosto pode piorar problemas de pele

     

    Segundo a dermatologista Nandara Paiva, a resposta para esta dúvida é: “Depende do horário e das patologias da pele. No caso do melasma, até o calor na sombra pode piorar a mancha. Já pessoas sem alterações na pele podem tomar sol por poucos minutos de exposição, de preferência antes das 10 e depois das 16h”. 

    Ainda assim, é importante lembrar que o uso do filtro solar é fundamental mesmo para pessoas que fazem trajetos com pouca exposição ao sol e que passam o dia todo em ambientes fechados. De acordo com a médica, as luzes emitidas por lâmpadas também podem causar prejuízos à pele. “A luz artificial pode ser carcinogênica se estiver em uma distância inferior a 50 centímetros e incidir diretamente na pele. Exemplos: celular, televisão e computador. Existe luz artificial que emite calor e isso também influencia no processo de envelhecimento da pele e até na formação de câncer de pele”, alerta a especialista.

    Entenda como aplicar o protetor solar corretamente

     

    A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda aplicar o protetor solar pelo menos 30 minutos antes da exposição solar para que a pele absorva o produto. É recomendado também distribuí-lo uniformemente por todas as partes do corpo, principalmente naquelas que são frequentemente esquecidas, como mãos, pés, orelhas e nuca. A cada duas horas, o filtro deve ser reaplicado, mas esse tempo pode ser menor em casos de transpiração excessiva ou caso haja contato da pele com a água.

    Na hora de aplicar, também é importante não esquecer de passar o protetor nas áreas do corpo que já tenham alguma mancha, cicatriz e até mesmo tatuagens. O fator de proteção solar (FPS) ideal é de, no mínimo, 30 e vale lembrar que alguns acessórios e tecidos também podem colaborar para a proteção, como roupas de algodão, chapéus e bonés.

     

    Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD): http://www.sbd.org.br//dezembroLaranja/noticias/campanha-de-cancer-de-pele-da-sbd-registra-mais-de-4-mil-casos-da-doenca-no-brasil/

    https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/cuidados/cuidados-com-a-pele-no-verao/

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes