AchèAchè
    search
    Título

    Qual é a melhor forma de reforçar a imunidade das crianças?

    Uncategorized

    Por

    A ocorrência de infecções, como o resfriado, durante a infância é muito grande, o que se justifica pelo fato dos pequenos terem o sistema imunológico imaturo, ainda em desenvolvimento. Ou seja, estes estão constantemente expostos e vulneráveis. Cabe, portanto, aos pais reforçar sempre a imunidade de seus filhos ao máximo para diminuir os riscos de doenças. Boa parte desse reforço passa pelo estímulo a hábitos de vida saudáveis. 

    Formas de reforçar a imunidade das crianças contra gripe e resfriado


    “A melhor forma de combater as infecções, tanto virais quanto bacterianas, é
    manter hábitos de vida saudáveis com: alimentação saudável; sono reparador; evitar situações de estresse tóxico; prática de atividade física adequada para cada faixa etária; suporte emocional dos familiares; vacinação em dia; e amamentação exclusiva até os seis meses de vida e complementada até os 2 anos”, informa a imunologista Cláudia Lobo Cesar. 

    Caso a criança tenha todo esse suporte familiar e mesmo assim ainda apresente imunidade frágil, com mais ocorrências do que o normal de doenças como gripe e resfriado, vale entrar em contato com o pediatra para buscar outras formas de reforçar essa imunidade. O uso de medicamentos específicos para estimular o sistema imunológico pode ser uma opção interessante.  

    “Apesar do desenvolvimento natural e progressivo do sistema imunológico de uma criança ser muito importante para que as mesmas criem resistência competente para se defender de infecções no decorrer da vida, também é fundamental que os pais ensinem aos seus filhos hábitos de higiene saudável, como, por exemplo, lavar as mãos antes de comer e após ir ao banheiro, proteger a boca quando tossir ou espirrar, etc”, conclui a médica.

    Tratamento medicamentoso só pode ser indicado por especialista


    Segundo destaca a especialista, é muito importante que os pais não mediquem seus filhos por conta própria, pois o excesso de medicamentos – principalmente antibióticos – pode alterar as defesas da criança e causar repercussões sérias à saúde dos pequenos.

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes