search
Título

Quais são os tipos de surto da esquizofrenia?

Esquizofrenia

Por Dra. Cristiane Lopes

31 de maio de 2017

A esquizofrenia é um transtorno psiquiátrico crônico caracterizado por uma desconexão do paciente com a realidade. A doença deve ser acompanhada e tratada rapidamente porque pode provocar crises psicóticas. “Os surtos mais comuns dos pacientes com esquizofrenia são caracterizados por agitação psicomotora, comportamento desorganizado e alterações de sensopercepção, como alucinações e delírios”, afirma a psiquiatra Cristiane Lopes.

Familiares e amigos devem chamar ajuda médica durante surto

Durante um surto psicótico, o auxílio de familiares, amigos e colegas é importante. Caso o paciente já realize tratamento psiquiátrico e tenha um médico assistente, o primeiro passo é entrar em contato com o médico e seguir suas orientações. “Se o paciente não tiver um médico assistente, ou se este for o primeiro surto psicótico, o ideal é levá-lo a uma unidade de emergência psiquiátrica”, explica a profissional.

Durante um surto, quem está junto ao paciente não deve confrontá-lo, nem mesmo duvidar dos delírios e alucinações. É fundamental transmitir calma ao esquizofrênico e afastá-lo de objetos perigosos, como facas, enquanto aguarda ajuda. A médica diz ainda que, em alguns casos, podem ocorrer episódios de agressividade a outras pessoas.

Não é possível estimar a frequência dos surtos esquizofrênicos

Segundo Cristiane, não é possível precisar a frequência dos surtos causados pela esquizofrenia. A periodicidade depende de diversos fatores, como suporte familiar, gravidade da doença e histórico familiar para esquizofrenia. A aderência ao tratamento e consultas frequentes com um médico são necessárias para prevenir as crises da doença.

O tratamento da esquizofrenia é baseado no uso de medicações antipsicóticas, que reduzem e controlam os sintomas, permitindo que o paciente siga sua rotina e procure outros tipos de auxílio, também importantes para o combate à doença, especialmente nos casos de isolamento social e prejuízo das habilidades motoras e da fala.

Dra. Cristiane Lopes é psiquiatra pelo Instituto de Psiquiatria da UFRJ e atende no Rio de Janeiro. CRM-RJ: 52775070 – www.dracristianelopes.com.br

Foto: Shutterstock

Newsletter
Tags
esquizofrenia
psicologico
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes