search
    Título

    Quais são as principais doenças oportunistas que se proliferam no verão?

    Uncategorized

    Por

    Em cada época do ano existem doenças que ganham destaque no noticiário ou nas conversas entre amigos e família por causa do maior número de casos. Durante o inverno, segundo a imunologista Érica Azevedo, aumenta a preocupação com as infecções respiratórias, como asma e bronquite, em parte devido à preferência por permanecer em ambientes fechados e aquecidos.

    A dengue é uma das maiores preocupações durante o verão

    Já no verão, as doenças respiratórias dão lugar a outras. As infecções transmitidas por mosquitos, como a dengue e, mais recentemente, a zika e o chikungunya, ganham destaque em campanhas realizadas pelo Ministério da Saúde e em notícias nos veículos de comunicação.
    É importante mencionar também algumas doenças sexualmente transmissíveis, como a candidíase e o herpes genital. A primeira é causada por uma levedura e pode se proliferar com mais facilidade em organismos com problemas de imunidade. Já o herpes genital, assim como o herpes labial, é causado por um vírus e é transmitido pelo contato da mucosa ou objetos contaminados.

    Tomar banho de sol sem exagero ajuda o sistema imunológico

    A exposição excessiva ao sol é um dos fatores que provocam a recorrência do vírus do herpes, mas por outro lado, se em níveis adequados, pode fazer bem ao sistema imunológico. “A exposição ao sol é essencial para a produção de vitamina D, um nutriente muito importante para o sistema imunológico funcionar bem e para manter uma boa saúde”, explica Érica.
    Para evitar que essas doenças do verão debilitem fortemente o paciente, é preciso adotar um estilo de vida saudável. “Para manter uma imunidade alta, a melhor coisa é ter uma alimentação equilibrada, com muitas frutas e vegetais, fazer exercícios moderados e ter sono tranquilo”, recomenda a médica.
    Já o herpes genital e outras doenças sexualmente transmissíveis devem ser combatidos com o uso de preservativos e evitar o contato sexual enquanto as lesões estiverem ativas. É fundamental também eliminar os focos de água parada para impedir a proliferação de mosquitos Aedes aegypti.

    (Foto: Shutterstock)

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes