AchèAchè
    search
    Título

    Quais são as principais causas para o desgaste e dor nas articulações?

    Uncategorized

    Por

    As articulações são partes importantes do esqueleto humano. Essas estruturas são responsáveis por fazer a conexão entre os ossos e permitem que o corpo realize movimentos com precisão, como andar, correr e levantar os braços. Com o passar dos anos, as articulações começam a se desgastar e precisam ser protegidas para que a qualidade de vida e a capacidade de se locomover sem sentir dores sejam mantidas.

    Exercícios físicos podem desgastar as articulações

     

    Segundo o ortopedista Mauricio Raffaelli, a principal causa para o desgaste é o uso das articulações de modo excessivo e acima de sua capacidade, que tende diminuir com o avanço da idade. “As atividades físicas que sobrecarregam as articulações, sequelas de fraturas, infecções e doenças reumatológicas também podem causar esse desgaste”, complementa o médico. Esportistas, por exemplo, precisam de acompanhamento para evitar esse problema.
    É importante adotar medidas de prevenção para evitar que o desgaste provoque o surgimento da osteoartrite, também chamada de artrose e de osteoartrose. A doença é caracterizada pela degeneração da cartilagem que protege a articulação e, apesar de dificilmente apresentar sintomas, pode provocar dores nas mãos, nos joelhos, na coluna e na região do fêmur.

    Saiba como se prevenir contra o desgaste articular

     

    “A principal medida é proteger as articulações de grandes sobrecargas. O uso de medicações que protejam as cartilagens, se usados de maneira preventiva, também podem proteger as articulações”, explica o especialista. No entanto, Mauricio alerta que algumas pessoas sofrerão esse desgaste por causa de fragilidades articulares genéticas, mesmo com todos os cuidados.
    Quando o desgaste já está presente, os sintomas surgem de acordo com a gravidade do problema. “Utilização de tutores, como muletas e bengalas, uso de analgésicos, realização de infiltrações com condroprotetores, uso de medicações via oral de condroprotetores e fisioterapia são métodos que visam aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente”, destaca Raffaelli.

     

    Newsletter
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes