AchèAchè
    search
    Título

    Como aliviar a dor causada pela artrose?

    Doenças dos Ossos
    Sintomas

    Por

    Dor nos joelhos, nas costas ou em outras articulações? É bom ficar de olho, já que esses são alguns dos principais sintomas da artrose, atualmente conhecida como osteoartrite, uma doença marcada pelo desgaste das cartilagens que ficam entre as articulações de nossos ossos. Ela normalmente afeta idosos, já que o processo de desgaste costuma ser relativamente lento, e acontece especialmente nas mãos, quadril, joelhos e coluna. A doença é incurável e o dano, irreversível, mas o tratamento consiste em reduzir a dor, trazer maior qualidade de vida para os pacientes e reduzir a progressão do desgaste.

    “É importante diferenciar o tratamento em duas fases: aguda, quando o paciente sente muita dor, e manutenção, quando o médico trabalha para reduzir a progressão da doença, não necessariamente quando o paciente sente dor”, explica o reumatologista Dr. Haim Cesar Maleh. “No primeiro momento, você precisa aliviar a dor com anti-inflamatórios, analgésicos, fisioterapia, etc. Depois, na fase de manutenção, é importante reduzir o desgaste e fortalecer a musculatura em torno das articulações afetadas”.

    Tratamento com medicação

    A fase aguda da osteoartrite é marcada por muita dor, por isso, o tratamento com medicamentos é importante para que o paciente consiga voltar a ter mobilidade e melhore a qualidade de vida. “Medicamentos com glucosamina e condroitina são eficientes para a redução da dor”, explica o reumatologista. “Vem crescendo também a viscosuplementação, ou seja, a injeção de ácido hialurônico nas articulações que estão com desgastes nas cartilagens”. É importante destacar que somente um médico habilitado pode diagnosticar e tratar a doença, por isso, consulte um especialista antes de tomar qualquer medicação

    Descanso e alinhamento das articulações

    Quem tem osteoartrite geralmente sente que a atividade física gera desconforto e dor, por isso, descansar parece a solução dos problemas. Até funciona, mas apenas nas horas de crise, 12h a 24h em casos mais graves, já que a inatividade prolongada pode levar à atrofia do músculo.

    Outra solução para reduzir a dor são as órteses, dispositivos como cintas e talas que ajudam a alinhar as articulações e a mantê-las funcionando corretamente. “Durante a fase aguda, o uso das órteses por períodos de 7 a 10 dias pode ajudar a reduzir a dor”, explica o médico. “Mas usar por muito tempo, no entanto, pode enfraquecer a musculatura e acabar piorando o quadro”.

    Exercícios físicos e perda de peso

    Ainda que a prática de qualquer atividade física seja difícil por causa da osteoartrite, exercícios físicos de baixo impacto, localizados e com acompanhamento médico podem fortalecer a musculatura ao redor das articulações afetadas, reduzindo os sintomas. “A hidroterapia é um bom exercício para isso, pois reforça a musculatura sem muito impacto nas articulações”, explica Maleh. “Já na fase de manutenção, depois de controlada a dor, o paciente pode fazer RPG e pilates, para resultados ainda melhores”.

    Além disso, a obesidade é um dos fatores de risco da osteoartrite, já que o sobrepeso aumenta a pressão nas articulações. Os exercícios físicos, juntos à reeducação alimentar, podem ajudar bastante no controle da dor. “Costumo recomendar a perda de peso para pacientes, especialmente em casos de osteoartrite na coluna e nos joelhos”, confirma o reumatologista.

    Procure usar apoios

    Quem é jovem, no geral, ignora o corrimão quando vai subir ou descer escadas, mas esse hábito pode ser prejudicial em pacientes com osteoartrite, pois o impacto nas articulações se torna muito maior, especialmente nos joelhos, quadril e coluna. Busque também usar sapatos confortáveis, com palmilhas que ofereçam boa base de sustentação.

    As bengalas também são uma excelente forma de reduzir o trauma nas articulações, já que reequilibram o peso que você coloca a cada passada. Pode ser desconfortável no início, mas a redução das dores é um incentivo importante na busca por um estilo de vida com mais mobilidade e independência.

     

    Newsletter
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes