AchèAchè
    search
    Título

    Quais produtos químicos contribuem para o desenvolvimento da síndrome de unhas frágeis?

    Uncategorized

    Por

    A síndrome de unhas frágeis é um problema que pode ter como fator de risco para sua manifestação a influência de substâncias presentes em produtos químicos. Vários destes produtos são comuns do cotidiano da grande maioria das pessoas, como esmaltes, acetona, detergente, etc. Quanto maior o contato com esses agentes, maior os riscos de comprometer as unhas.  

    Produtos e substâncias que causam a síndrome de unhas frágeis


    “A fragilidade ungueal pode ocorrer pelo uso repetitivo de cosméticos para unha, como os solventes utilizados para remover esmaltes. A degradação também pode estar relacionada ao
    uso constante dos esmaltes”, informa a dermatologista Gabriella Albuquerque. Desinfetantes, removedor de ferrugem e limpador de vidro são outros exemplos de produtos que podem facilitar a síndrome de unhas frágeis. 

    Segundo a especialista, algumas profissões específicas têm maior propensão ao desenvolvimento da síndrome de unhas frágeis, justamente pelo contato com produtos químicos. “Fotógrafos, sanitaristas, pintores e sapateiros são exemplos de profissionais com maiores riscos de desenvolverem fragilidade ungueal”, afirma a médica. 

    Formas de evitar que produtos químicos tornem as unhas frágeis


    Conforme explica Gabriella,
    estes produtos químicos degradam os estratos mais superficiais da lâmina ungueal, promovendo rachaduras e ressecamentos. Como a utilização de produtos químicos no dia a dia é muito grande e essencial, não há como simplesmente excluí-los de casa. Porém, é possível evitar complicações nas unhas e pele, caso não ocorra o contato direto.  

    “Para combater a fragilidade das unhas, deve-se, não apenas evitar o uso repetitivo de substâncias químicas, mas também ter uma série de outros cuidados como: manter as unhas curtas; evitar traumas repetitivos e umidade; aplicar hidratantes tópicos; usar luvas de algodão antes das luvas de borrachas; suplementos vitamínicos como ferro, zinco, selênio e biotina; dentre outros”, indica a dermatologista.

     

    Dra. Gabriella Albuquerque

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes