search
    Título

    Quais fatores favorecem a formação de coágulos dentro das artérias e veias?

    Coração

    Por

    Em condições normais, a coagulação do sangue é importante para a saúde do organismo, já que consiste em tornar o sangue sólido, fundamental para estancar sangramentos e auxiliar no processo de cicatrização de lesões. No entanto, quando se localizam dentro das veias e artérias, coágulos podem ser extremamente perigosos para a saúde.

    Fatores que podem resultar em coágulos sanguíneos

    Há fatores que interferem na  coagulação sanguínea, facilitando a formação de coágulos. Essas causas tendem a ser decorrentes de condições específicas de saúde. “Existem algumas doenças, fatores ou substâncias que podem interferir na coagulação (genéticas ou adquiridas). Portadores de arritmia cardíaca, especialmente a fibrilação atrial, insuficiência cardíaca, entre outras, por exemplo, podem ter essa formação de coágulos facilitada”, informa o cardiologista Laercio Uemura.

    Além disso, alguns medicamentos podem predispor a formação de trombos, que são os coágulos que se formam dentro de uma artéria do coração e lá se fixam. Exemplo: o anticoncepcional oral, principalmente quando associado ao hábito de fumar. “Alguns medicamentos utilizados no tratamento de câncer (quimioterápicos) também podem predispor esses coágulos perigosos”, pontua Uemura.   

    Complicações provocadas por coágulos

    As complicações geradas por esse coágulo que se forma dentro de veias e artérias são muito perigosas, pois podem resultar em problemas sérios, como infarto, acidente vascular cerebral (AVC), embolia pulmonar (quando uma artéria do pulmão é obstruída) e isquemia, que é a falta de sangue e oxigênio em um tecido justamente pela obstrução causada por um coágulo.
    “Os coágulos, por alterações patológicas, podem se formar no interior de um vaso sanguíneo, causando, por exemplo, o que chamamos de trombose. Podem migrar pelos vasos, causando embolias, o que pode atingir o pulmão (embolia pulmonar), o cérebro (acidente vascular cerebral) e outros vasos sanguíneos (embolia sistêmica levando a oclusão arterial periférica). É importante lembrar ainda que o infarto do miocárdio na maioria dos casos é causado pela formação de um trombo na artéria coronária”, completa o cardiologista.
    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes