AchèAchè
    search
    Título

    Predisposição genética pode ser uma das causas de varizes?

    Uncategorized

    Por

    As varizes são veias dilatadas e irregulares que costumam aparecer nos membros inferiores em decorrência do mau funcionamento das válvulas que bombeiam o sangue para o coração. Um dos equívocos mais comuns sobre essa manifestação clínica é pensar que esse é um problema exclusivamente estético, quando na verdade, estudos indicam que as varizes podem aumentar o risco de trombose e causar problemas de pele. Mas afinal, quais são as causas de varizes? A predisposição genética é um dos fatores de risco? Confira!

    Predisposição genética é o principal fator de risco

    Segundo a cirurgiã vascular Lethicia Mesquita, a genética é o principal fator de risco para o surgimento de varizes e vasinhos, sendo responsável por aumentar em até 90% a probabilidade de pacientes com histórico familiar desenvolverem essa condição. Mas, a especialista ressalta que apesar disso, “a evolução e a gravidade de cada quadro é individual, pois outros fatores também influenciam”.

    Entre os demais fatores de risco para o desenvolvimento de varizes, podemos citar o sedentarismo e a idade avançada. Enquanto o sedentarismo prejudica a circulação sanguínea, aumentando o risco de dilatação das veias, o processo natural de envelhecimento está relacionado ao enfraquecimento venoso. 

    Como tirar varizes? É possível evitar o problema?

    Dra. Lethicia explica que não é possível prevenir varizes totalmente, já que não é possível modificar fatores genéticos. “No entanto, podemos retardar esse processo com o uso de meias elásticas, a prática de atividade física, o controle adequado de peso e evitando permanecer longos períodos em pé”, orienta a médica. 

    Em relação ao tratamento, o cirurgião vascular deve avaliar qual é o mais adequado de acordo com o grau de varizes. Se houver sintomas como dor nas pernas ou inchaço, o especialista pode prescrever medicamentos que auxiliam a circulação e diminuem a retenção de líquidos. Nos casos com indicação cirúrgica, Dra. Lethicia explica que pode ser feita a aplicação de substâncias que “secam” os vasinhos (procedimento de escleroterapia) ou a retirada das veias maiores por microincisões na pele. 

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes