AchèAchè
    search
    Título

    Por que é importante manter o tratamento de asma mesmo longe das crises?

    Uncategorized

    Por

    A asma é uma doença crônica, sem cura, que se estabelece e compromete a saúde do paciente. O pico máximo do quadro são as crises, que podem acontecer a qualquer momento, caso o paciente não faça um tratamento regular com medicamentos. Segundo a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, o tratamento da asma deve ser individualizado, pois cada asmático pode se dar melhor com uma abordagem específica.

    Tratamento contra a doença pode durar a vida inteira


    “Quem sofre com asma, ou seja, tem brônquios inflamados sensíveis,
    precisa fazer um tratamento regular, continuado para desinflamar os brônquios. Somente assim a pessoa vai deixar de ter essa sensibilidade exagerada quando tiver contato com os fatores que deflagram as crises, como frio, poeira e pó, e reduzir as possibilidades de ter crises”, afirma o pneumologista Mauro Gomes.
    Segundo o especialista, como se trata de uma situação crônica, muito provavelmente a grande maioria das pessoas precisa fazer esse tratamento pela vida inteira. “Assim como quem tem pressão alta precisa usar remédio mesmo quando a pressão está normal, quem tem asma precisa usar uma medicação regular mesmo nos momentos em que não há crise para desinflamar os brônquios e evitar os sintomas, como a falta de ar”, informa o médico.

    Medicamentos utilizados no tratamento da asma


    Os medicamentos indicados no tratamento
    devem ser inalados através dos inaladores. Assim sua ação se dá de forma mais rápida e eficiente. “Todos os medicamentos para asma são feitos por via inalatória, pois eles já vão direto para o lugar em que devem agir, sem muitos efeitos colaterais”, afirma o pneumologista.
    O tratamento completo consiste no uso de medicamentos para o uso contínuo e de medicamentos para serem usados nos momentos de crise, as chamadas “medicações de alívio”. “Existem medicamentos que são indicados para o tratamento crônico, para desinflamar os brônquios – portanto são anti-inflamatórios – e existem os broncodilatadores, que fazem uma dilatação rápida dos brônquios para tirar o paciente da crise”, explica o Dr. Mauro.  

     

    Dados da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia: https://sbpt.org.br/portal/espaco-saude-respiratoria-asma/
    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes