AchèAchè
    search
    Título

    Por que a exposição desprotegida ao sol pode causar manchas na pele?

    Uncategorized

    Por

    A exposição ao sol sem proteção traz uma série de malefícios à pele, ainda mais se houver contato com os raios ultravioleta nos horários em que eles estão mais intensos (entre 10h e 16h). A falta de cuidados resulta no envelhecimento precoce da pele, o que implica, por exemplo, na intensificação de rugas e linhas e surgimento de manchas na pele.  

    Manchas e outras complicações decorrentes da exposição ao sol sem proteção


    “O sol em excesso e sem proteção adequada pode levar ao surgimento de manchas na pele, pois ocorre um estímulo nos melanócitos, células da nossa pele responsáveis pela produção de pigmento”, informa a dermatologista Aline Guimarães. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia,
    fatores hormonais e genéticos também contribuem para o aparecimento de manchas na pele. 

    Por mais que o aparecimento de manchas seja um problema relevante, a exposição desprotegida ao sol pode gerar complicações bem mais sérias. “Além de manchas, o sol em excesso pode contribuir para o surgimentos de lesões neoplásicas (câncer de pele) e também para o envelhecimento da pele de maneira geral”, afirma a especialista.

    Tratamento e prevenção contra manchas na pele


    Caso você tenha desenvolvido manchas na pele após anos de exposição solar inadequada e queira tratar o problema e reverter o quadro, é indicado, em primeiro lugar, buscar um especialista para fazer o diagnóstico correto, indicando o
    tipo de mancha em questão. Isso é importante, pois o tratamento tende a variar de acordo com o tipo de mancha que se manifesta na pele.

    O uso de filtro solar é recomendado pelos dermatologistas em geral não apenas nos dias e situações de maior exposição ao sol (praia, bosque, parque, piscina, etc.), mas todos os dias – inclusive quando está nublado. Isso porque os raios ultravioleta são capazes de perfurar as nuvens e atingir e afetar a pele. 

     

    Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia: https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/melasma/13/

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes