AchèAchè
    search
    Título

    Os horários das refeições e das atividades físicas podem impactar a higiene do sono?

    Uncategorized

    Por

    A higiene do sono é um conjunto de medidas que ajuda a criar condições favoráveis para a chegada do sono e sua manutenção ao longo da noite. Essas medidas envolvem o controle do ambiente, como luminosidade, temperatura e ruídos, mas também orientações comportamentais, como o horário das refeições e dos exercícios físicos. 

    Práticas da higiene do sono ajudam a dormir melhor


    De acordo com o especialista em Medicina do Sono George do Lago Pinheiro, existem horários mais adequados para se alimentar e praticar exercícios físicos, evitando impactos na qualidade do sono. “Precisamos dar dicas para nosso cérebro de quando é dia ou noite. Assim, há uma organização do funcionamento do corpo para a liberação de hormônios relacionados tanto ao sono quanto à vigília (ficar acordado)”, informa o médico.  

    Isso inclui manter uma rotina com horários para dormir, acordar, lazer, fazer refeições e fazer atividades físicas. “De uma forma geral, devemos evitar exercícios extenuantes à noite porque podem ser estimulantes para o cérebro e comprometer a chegada do sono. O início da noite é o momento limite para as atividades físicas para boa parte das pessoas”, recomenda o especialista. Até mesmo o uso do celular deve ser evitado antes de dormir, já que a luminosidade pode atrapalhar o corpo a pegar no sono. 

    Horário da refeição pode reduzir a qualidade do sono


    Já em relação às refeições, os médicos aconselham seus pacientes a se alimentar 2 horas antes de se deitar para dormir. Além disso, o tipo de alimento a ser consumido também é importante: é necessário deixar de lado
    comidas pesadas, ricas em gorduras e proteínas, e preferir pratos mais saudáveis e leves. 

    Não respeitar as medidas propostas pela higiene do sono traz consequências. “Muitas pessoas ficam estimuladas e não conseguem iniciar ou manter o sono. Mesmo cansadas, algumas têm dificuldade de ‘desligar’ o cérebro para dormir. No dia seguinte, podem ter sonolência, problemas de concentração, irritabilidade, baixa performance nos estudos ou trabalho, em função da noite de má qualidade“, alerta Dr. Pinheiro. 


    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes