search
Título

O que é o transtorno afetivo bipolar? Quais os sintomas?

Uncategorized

Por

Você já deve ter visto alguém dizendo que é bipolar e pode ter se perguntado: Afinal, o que significa bipolar? O transtorno afetivo bipolar, também conhecido como transtorno maníaco-depressivo é uma doença psiquiátrica complexa descrita desde a antiguidade. A principal característica da doença é a alteração do humor ou dos níveis de energia mental e física. Pessoas que sofrem com o problema apresentam episódios repetidos de humor para baixo, a depressão, ou para cima, chamados de mania e hipomania.

Transtorno bipolar tipo 1 e 2: quais são as diferenças?


Entre os tipos de transtorno bipolar, o psiquiatra Diego Tavares destaca os tipos 1 e 2, os mais estudados e descritos até o momento. “No primeiro, o indivíduo apresenta oscilação do humor para cima suficientemente grave, com comportamentos evidentes de elevação do humor e dos níveis de energia física, às vezes requerendo internação hospitalar”, explica o profissional. Os períodos de depressão também são graves, mas há pacientes que apenas têm sintomas de mania.

Já no tipo 2, as oscilações de humor para cima são mais leves. “No tipo 2 do transtorno bipolar, ocorre uma mania leve chamada de hipomania e o indivíduo que estava deprimido oscila o humor durante alguns dias com aumento da energia física ou psíquica”, afirma o médico. O paciente se torna mais ocupado e produtivo, muitas vezes obstinado, mas logo volta a ficar deprimido.

Ataques de pânico são comuns em pessoas com transtorno bipolar


Quem sofre com o transtorno bipolar também pode apresentar outros distúrbios. Tavares cita um estudo realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que verificou que 75% dos pacientes bipolares tinham ao menos uma comorbidade e cerca de 50% tinham três ou mais doenças psiquiátricas.

Os transtornos de ansiedade, particularmente, os ataques de pânico, foram as comorbidades mais comuns, seguidos por transtornos comportamentais da infância e por transtornos causados pelo uso de drogas. “Pacientes com transtorno bipolar também são mais propensos a um maior risco de ocorrência de doenças cardiovasculares, obesidade, tabagismo, hipertensão e diabetes tipo 2″, alerta o psiquiatra.
Foto: Shutterstock
Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS): https://www.who.int/whr/2001/en/whr01_po.pdf

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes