AchèAchè
    search
    Título

    O que é hipotireoidismo? Saiba como a doença afeta crianças, adultos e idosos!

    Segurança para o Paciente

    Por

    Você sabe o que é hipotireoidismo? Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), o hipotireodisimo é uma doença que afeta a glândula tireoide, responsável pela regulação de órgãos importantes do corpo humano. O problema, apesar de não ter cura, tem tratamento! Na Semana Internacional de Conscientização da Tireoide, a equipe do Cuidados Pela Vida conversou com a endocrinologista Daniele Zaninelli sobre os principais sintomas de hipotireoidismo e sobre como a doença se comporta nas diferentes fases da vida. Confira! 

    Tem idade para ter hipotireoidismo?

    De acordo com a endocrinologista, a doença pode acometer qualquer pessoa, sem restrições: “A principal causa do hipotireoidismo é a tireoidite de Hashimoto, condição em que o sistema imune causa danos à tireoide, interferindo em sua capacidade de produção hormonal, o que pode ocorrer em ambos os sexos e em qualquer idade”. Os hormônios da tireoide que são afetados são o T3 (triiodotironina) e o T4 (tiroxina). “Apesar disso, o hipotireoidismo é mais comum em mulheres com o avançar da idade, especialmente acima dos 60 anos”, completa a médica. 

    Na infância, esse problema de saúde é chamado de hipotireoidismo congênito. Desde bebê, a tireoide do paciente não consegue desenvolver as quantidades adequadas dos hormônios T3 e T4. “É uma condição que pode ser detectada nos primeiros dias de vida por meio do teste do pezinho. Quando não diagnosticada e tratada adequadamente, pode ter consequências graves, como problemas de desenvolvimento, retardo mental e surdo-mudez. O tratamento restaura a saúde”, esclarece a médica.

    Sintomas de hipotireoidismo podem incluir cansaço e queda de cabelos

    Dra. Daniele explica que os sintomas de hipotireoidismo variam muito de acordo com a gravidade da doença e costumam se desenvolver de forma lenta e gradual: “São comuns cansaço, sensibilidade maior ao frio, constipação, pele seca, inchaço, sonolência e queda de cabelo. Crianças e adolescentes podem ter alterações de desenvolvimento, dificuldade de aprendizado e retardo no crescimento. Mulheres podem apresentar alterações menstruais e dificuldade de engravidar. Em idosos, o hipotireoidismo pode se manifestar com perda de peso e depressão, por exemplo”. 

    O tratamento da doença, de acordo com a endocrinologista, também pode variar. “O tratamento do hipotireoidismo é influenciado por várias condições fisiológicas (como idade e gestação), condições médicas e comorbidades, que irão influenciar na escolha da dose inicial do tratamento, no ajuste da dose e nos objetivos terapêuticos”, explica a médica. 

    Porém, na maioria dos casos, o tratamento do hipotireoidismo é relativamente simples, feito com a reposição hormonal de levotiroxina, o hormônio T4. Geralmente, ele é tomado uma vez ao dia, em jejum e, por isso, os profissionais costumam indicar que o medicamento seja tomado antes do café da manhã. Idosos que costumam tomar outras medicações precisam ficar atentos: segundo a SBEM, é preciso esperar pelo menos uma hora após a ingestão de levotiroxina para tomar outro remédio. 

     

    Dados da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM): https://www.endocrino.org.br/10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-hipotireoidismo/ 

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes