AchèAchè
    search
    Título

    Nódulo na tireoide pode provocar alterações hormonais importantes? Confira!

    Uncategorized

    Por

    Após fazer uma bateria de exames, você descobriu um nódulo na tireoide. No começo, é normal ficar assustado, sem entender direito o impacto que essa descoberta pode gerar na sua rotina e na vida da sua família. Mas, o importante é não negligenciar esse fato e fazer o devido acompanhamento com um especialista no assunto, como um endocrinologista, para entender a gravidade, possíveis causas e iniciar o tratamento ideal para essa condição. 

    Um nódulo na tireoide, na grande maioria dos casos, não provoca sintomas e, em geral, só é identificado quando a pessoa percebe um aumento da região cervical, em consulta de rotina quando o médico examina a glândula ou quando é realizado exame de imagem da tireoide. Raramente, quando os nódulos são muito grandes, pode haver sintomas como dor à deglutição, rouquidão e mudanças no tom de voz e tosse. Mas, além disso, é possível que esse problema provoque algum tipo de alteração hormonal importante? Essa alteração desencadeia outros sintomas? Para esclarecer essas dúvidas, conversamos com a endocrinologista Daniele Zaninelli. Confira!

    O que são nódulos na tireoide?


    Nódulos na tireoide são lesões em forma de bolinhas ou caroços que podem aparecer dentro da glândula tireoide, localizada no pescoço e responsável pela produção dos hormônios T3 e T4 – eles atuam no metabolismo e são fundamentais para o corpo! “Quando são mais volumosos, podem ser visíveis na região anterior do pescoço. Os nódulos mais comuns são encontrados durante a palpação da região ou ao realizar um exame de imagem, como a ecografia”, esclareceu a médica.

    Quais são as causas do nódulo na tireoide?


    A causa da maioria dos nódulos na tireoide não é conhecida, mas segundo a endocrinologista, existem algumas possibilidades: “Pode haver um componente genético que é frequentemente encontrado em indivíduos da mesma família. A deficiência de iodo na dieta também se torna um fator, assim como o
    excesso de peso”. Sem falar que, com o avançar da idade, os nódulos na tireoide se tornam ainda mais comuns. 

    Nódulo na tireoide pode provocar alterações hormonais preocupantes? Veja como tratar essa questão

    Em geral, os nódulos na tireoide não causam disfunções hormonais. Segundo a Dra. Danielle, em algumas circunstâncias, os mesmos podem se associar à produção diminuída de hormônios da tireoide (hipotireoidismo), ou também “podem produzir hormônios tireoidianos em quantidades excessivas, levando a um quadro de hipertireoidismo. Nesses casos, o tratamento pode exigir cirurgia, indicação de iodo radioativo ou uso de medicamentos”, finalizou a médica.

    O hipotireoidismo é a condição em que os hormônios T3 e T4 são produzidos em pouca quantidade. É mais comum entre as mulheres e pode provocar depressão, problemas de memória, alteração na menstruação e cansaço excessivo, por exemplo. Já o hipertireoidismo é a produção em excesso desses hormônios, causando tremedeira, ansiedade, sensibilidade nos olhos, insônia, perda de peso e de apetite. 

    Qual o tamanho normal de um nódulo na tireoide? Ele pode ser motivo de preocupação?

    De acordo com a Dra. Daniele, mais importante que o tamanho de um nódulo na tireoide são as características apresentadas nos resultados do exame de ultrassonografia: “Tudo pode variar dependendo do seu aspecto associado ao tamanho. Além disso, o endocrinologista pode indicar desde uma simples observação até a realização de uma punção para determinar se a natureza do nódulo é benigna (que ocorre em 95% dos casos) ou maligna”.

    As características clínicas do paciente também devem ser levadas em consideração, como idade ao diagnóstico, velocidade de crescimento e sintomas associados: “Alterações da voz e dificuldade para engolir ou para respirar podem indicar a presença de uma lesão mais invasiva”, alertou a especialista. Outros fatores de risco para uma lesão maligna são ser do sexo masculino, ter menos de 18 anos ou mais de 70 anos e ter histórico de câncer de tireoide na família. 

    Portanto, se suspeitar de algo, não deixe de procurar um médico para avaliar o quadro!

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes