AchèAchè
search
Título

É possível minimizar as crises de asma com ações simples diárias?

Asma e Bronquite

Por

19 de outubro de 2023

A asma é uma doença que provoca a inflamação dos brônquios, canais por onde o ar passa para chegar os pulmões. Como consequência, quem tem o problema convive com crises de falta de ar e tosse. No entanto, você pode aliviar os sintomas da asma tomando alguns cuidados no seu dia a dia, além de seguir o tratamento prescrito por seu médico.

 

Casa limpa ajuda a diminuir número de crises de asma

 


O
combate às crises de asma começa dentro de sua própria casa. “Crianças criadas em locais com baixa higiene e com circulação de baratas desenvolvem asma com mais frequência”, afirma a pneumologista Luiza Helena Degani Costa. A recomendação da especialista é manter o lar sempre limpo e sem pó, começando pelas hélices do ventilador e pelo filtro do ar condicionado.
Retire ainda cortinas, tapetes e carpetes, troque o colchão a cada cinco anos e evite inalar agentes químicos, como os produtos de limpeza. Além disso, é importante identificar quais são os fatores que favorecem suas crises de asma e evitá-los. A poeira é um dos mais conhecidos, mas perfumes, fungos, vírus, bactérias, mofo, poluição atmosférica, ácaros e até pelos de animais podem desencadear os sintomas.

 

Esportes podem ser aliados no tratamento da asma

 


Seu estado mental também influencia as crises de asma. Durante momentos estressantes, o organismo libera substâncias que dificultam a passagem de ar pelos brônquios. Com o tempo, os sintomas da doença acabam surgindo piores e mais frequentes. Portanto,
evitar o estresse é fundamental para sua saúde e para o sucesso do tratamento.

A prática de esportes também tem papel importante na melhora dos seus sintomas. “Normalmente, o pneumologista incentiva a prática de atividades físicas para os pacientes com asma, tanto esportes individuais como em grupo. Muitas vezes, ao iniciar um exercício, há um broncoespasmo que cede a medida em que o paciente continua a praticá-lo”, conclui o pneumologista José Eduardo Martinelli.

 

 

 

Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Artigos
Quais são os desafios do tratamento da DPOC em pacientes idosos?

A DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) é encarada por muitos como um quadro típico de idosos, já que a maioria dos pacientes se enquadram nesta faixa etária. Contudo, também pode se manifestar em pessoas mais jovens. A doença tem íntima relação com o tabagismo, ou seja, aqueles que acumulam anos com a prática correm risco maior […]

Artigos
A bronquite crônica é mais comum na terceira idade? Por quê?

Uma das manifestações da chamada DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), a bronquite crônica está ligada diretamente aos efeitos que o cigarro provoca ao longo dos anos e por isso acaba sendo mais comum na terceira idade. Com o acúmulo de décadas de prática do tabagismo, a bronquite crônica tende a se manifestar. “É mais comum encontrar pessoas […]

Artigos
Asma em idosos: quais os cuidados especiais que devem ser tomados?

Tosse, chiado e dores no peito, sudorese, lábios azulados e falta de ar são alguns dos principais sintomas vistos em pessoas com asma e que podem piorar à noite ou durante a prática de atividades físicas. A doença é caracterizada pela inflamação das vias aéreas, canais por onde o ar passa, o que dificulta o transporte de […]

Converse com um dos nossos atendentes