AchèAchè
    search
    Título

    Dispareunia: saiba mais sobre esse incômodo sintoma da endometriose

    Uncategorized

    Por

    Cerca de 10% das mulheres em idade reprodutiva vivenciam diariamente os efeitos da endometriose, segundo a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo). É um quadro complexo, que provoca cansaço e cólicas intensas, deixa a menstruação irregular e ainda causa dispareunia. Nunca ouviu falar nesse sintoma? Confira a explicação de uma especialista. 

    Dispareunia pode levar à depressão


    “A dispareunia é a dor sentida pela mulher durante a relação sexual. Nos casos de endometriose, ela é causada pelos focos do tecido endometrial que podem estar localizados na região retoruterina ou uterina, trazendo dor importante e dificuldade na penetração”, afirma a ginecologista Fernanda Torras. 

    A questão em torno deste sintoma não é somente a dor física que a mulher sente a cada relação. Na verdade, são as suas consequências: muitas pacientes passam a ter problemas com a sexualidade e há casos que favorecem o desenvolvimento da depressão. Além disso, deve-se ter uma atenção especial aos quadros de endometriose profunda, em que os sintomas são ainda mais graves. 

    Dor na relação sexual tem tratamento


    Quem tem dispareunia deve
    conversar com o ginecologista para verificar quais são as melhores opções para aliviar o sintoma. “O tratamento visa a redução dos focos de endometriose com tratamento clínico, tratamento cirúrgico ou com a combinação destes. Entre as opções medicamentosas estão os anticoncepcionais contínuos e análogos de GnRH”, informa a especialista.

    Existem ainda outras formas de tratar os diversos tipos de dor provocados pela endometriose. Há casos em que podem ser indicados antidepressivos e anticonvulsivantes, enquanto outras pacientes se beneficiam do uso de relaxantes musculares. Os médicos também podem recomendar acupuntura, meditação, fisioterapia e exercícios físicos. 


    Dados da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo):
    https://www.febrasgo.org.br/pt/noticias/item/126-endometriose-e-fiv

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes