search
    Título

    Dicas para emagrecer: como manter o corpo do verão durante o outono?

    Emagrecimento

    Por

    É muito comum a associação entre verão e a boa forma física, já que ficam marcadas no imaginário popular as imagens de corpos esbeltos na praia, curtindo o calor e a vida em cenários ensolarados. Contudo, em termos práticos, os períodos do ano com temperaturas menores (outono e inverno) são os mais propícios para o emagrecimento.   

    Metabolismo fica mais acelerado no outono e inverno


    “O frio – temperaturas inferiores a 16ºC – estimula o tecido adiposo marrom residual e aumenta a termogênese, ou seja, estimula a perda de peso. Dito de outra maneira, em tese, é mais fácil perder peso no inverno. Portanto, o que nos faz melhorar o peso no verão é o comportamento, não a biologia”, explica o endocrinologista Fábio Moura.

    Em outras palavras, quando a temperatura ambiente abaixa, o metabolismo se torna mais acelerado pois o corpo precisa gastar mais energia para manter a temperatura interna. Por outro lado, as baixas temperaturas do outono e do inverno tendem a desestimular as pessoas à prática de atividades físicas, o que prejudica o emagrecimento. No verão, o estímulo à movimentação do corpo costuma ser maior.

    Alimentação saudável e prática de exercícios físicos são os pilares do emagrecimento o ano todo


    Independente da estação, é importante se manter sempre saudável e para isso alguns hábitos devem ser adotados na rotina. Além da prática de atividade física, a alimentação ganha muita importância na perda de calorias. “
    Devemos manter hábitos saudáveis durante todo o ano. Alimentação adequada, tanto em composição (qualidade) quanto em quantidade (caloria) e exercício físico regular são essenciais”, recomenda Moura.
    Dentre os exercícios, destacam-se os aeróbicos, como corrida e ciclismo, pela sua capacidade de fazer transpirar. Contudo, atividades como musculação também são recomendadas, assim como esportes em geral. Em relação à alimentação, deve-se apostar em comidas leves, como frutas, legumes e verduras, e evitar opções mais calóricas, ricas em carboidratos e gordura.    
    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes