search
Título

Da picada do mosquito aos sintomas: quanto tempo demora?

Dengue e Febre amarela
Sintomas

Por Dra. Diana Ventura

25 de abril de 2018

A dengue, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, provoca uma grande variedade de sintomas. Febre alta, acima dos 39 graus Celsius e de início súbito, dores no corpo, dores articulares, dor de cabeça e atrás dos olhos, além de náuseas, vômitos, diarreia e fraqueza intensa são os mais comuns. No entanto, estes sintomas demoram alguns dias para incomodar a pessoa infectada pelo vírus.

Sintomas de dengue surgem quantos dias depois da picada

Os sintomas podem levar entre 2 e 10 dias para aparecer. “Habitualmente, os sintomas da dengue surgem a partir do terceiro dia depois da picada do vetor, com uma média de cinco a seis dias. Nesse período de incubação, a pessoa infectada não é capaz de transmitir o vírus, caso seja picada por outro mosquito”, afirma a infectologista Diana Ventura.

Principais sintomas de dengue

Os casos graves de dengue podem apresentar, além dos sintomas comuns de dengue:

  • Dor abdominal intensa e persistente;
  • Sangramentos nas mucosas;
  • Vômitos constantes;
  • Hipotensão e choque.

“Estes sintomas de gravidade, chamados de sinais de alerta, decorrem da perda de fluido através da parede dos vasos sanguíneos e costumam coincidir com o desaparecimento da febre, o que acontece em torno do quarto ou quinto dia da doença”, detalha a médica.

Tratamento para dengue

Segundo a profissional, não existem terapias específicas para combater a dengue. O tratamento médico é apenas de suporte. A hidratação é a parte mais importante e é capaz de salvar a vida do paciente quando feita de forma precoce e adequada. A reposição de líquidos pode ser via oral ou via endovenosa, dependendo da gravidade do quadro da dengue.
“Outras medidas incluem o tratamento da dor, da febre e dos demais sintomas com o emprego de medicamentos analgésicos, antitérmicos e antieméticos (responsável para o alívio de enjoos). Repouso com afastamento do trabalho também é essencial para a recuperação do paciente”, informa Diana. A especialista reforça que o uso de anti-inflamatórios e de ácido acetilsalicílico é contraindicado em casos de dengue em função do risco de complicações hemorrágicas.

Newsletter
Tags
aedes aegypti
dengue
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes