AchèAchè
    search
    Título

    Cuidado precoce: Saiba como a reposição de vitaminas e minerais pode beneficiar a saúde das mulheres

    Cuidados e Bem-estar
    Saúde da Mulher

    Por Lúcia Endriukaite

    17 de maio de 2022

    Manter as vitaminas e os minerais em níveis adequados pode prevenir diversas doenças, principalmente para as mulheres. O cuidado precoce pode evitar uma infinidade de problemas de saúde e melhorar o bem-estar e qualidade da vida feminina. Mas quais são os nutrientes importantes para repor? Só a alimentação já é suficiente ou dá para fazer a manutenção com medicamentos? Entenda mais sobre o assunto com a opinião da nutricionista Lúcia Endriukaite.

    Vitamina D, vitamina C e vitamina B12 são alguns dos nutrientes fundamentais para mulheres


    De acordo com Lúcia, todos os nutrientes e minerais são essenciais para a
    saúde da mulher, já que participam das reações químicas atuando na manutenção do organismo. “Por exemplo, vitamina C melhora a imunidade, mas junto com a vitamina B12, ácido fólico e o ferro, produz o sangue. Vitamina B6, zinco, magnésio são ingredientes para formação de serotonina. O magnésio é responsável pelo relaxamento muscular e melhora do humor.  O ácido fólico e a colina são fundamentais para o período pré e pós-gestacional. A colina é fundamental para a transmissão do impulso e o cálcio participa desta função. Já a parceria do cálcio, vitamina D e o magnésio são importantes para a manutenção óssea”. 

    Além disso, a nutricionista destaca a ação dos antioxidantes, substâncias que previnem a oxidação das células e a liberação de radicais livres, que entre outras funções, evitam o envelhecimento precoce e o surgimento de doenças. “Nutrientes como o zinco, selênio, vitamina A, vitamina C e a vitamina D têm ação antioxidante e contribuem com o sistema imunológico”. 

    Reposição de vitamina D e outros nutrientes: como fazer?


    Caso os níveis de vitaminas e minerais no organismo sejam insuficientes, a mulher pode sofrer com alguns problemas de saúde. “A
    deficiência de nutrientes pode levar a doenças como a osteopenia, osteoporose, anemia, entre outros”, diz Lúcia. Nas mulheres, por exemplo, a deficiência de vitamina D pode gerar problemas com a fertilidade e emagrecimento, além de serem mais suscetíveis a problemas ósseos e saúde mental. 

    A nutricionista comenta que, na maioria das vezes, a reposição de vitaminas e minerais por meios medicamentosos é válida. “Entretanto, a reposição não deve ser aleatória. É importante avaliar a alimentação da mulher, para que a reposição de nutrientes seja feita de forma adequada e individualizada; por isso, é fundamental a ajuda de um profissional nutricionista ou médico”, alerta. Além do uso de medicamentos para reposição de vitamina D e de outros nutrientes, também é possível fazer a regulação dos níveis de formas alternativas e sem contraindicações. “Ter uma boa alimentação é fundamental para que a ingestão de nutrientes seja adequada e associada com a realização de atividade física”, esclarece. Essa união melhora a saúde e contribui para uma qualidade de vida adequada! 

    Tags
    saúde da mulher
    suplementos
    vitamina D
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes