AchèAchè
    search
    Título

    Como evitar embolia pulmonar após uma cirurgia? Médico dá dicas!

    Meu Corpo
    Pulmão

    Por Dr. Ciro Kirchenchtejn

    18 de maio de 2023

    A embolia pulmonar é uma doença que causa o entupimento das artérias do pulmão. O problema, que se desenvolve por conta de um coágulo que bloqueia a passagem de sangue pela artéria, ocorre com mais frequência em tabagistas, grávidas, pacientes que fazem uso de anticoncepcionais, que possuem histórico de casos na família e, principalmente, que passaram por procedimentos cirúrgicos de alta intensidade. Neste último caso, o quadro se torna ainda mais problemático, já que o paciente fica bastante debilitado e com o sistema imunológico sensível.

    Uma dúvida bastante comum sobre esse tema tão preocupante é como evitar embolia pulmonar pós-cirurgia. Pensando nisso, a equipe do Cuidados Pela Vida entrevistou o médico pneumologista Ciro Kirchenchtejn, que esclareceu a questão e deu dicas de como prevenir o problema. Confira!

    O que é embolia pulmonar? Quais são as causas? 


    A embolia pulmonar acontece quando coágulos sanguíneos (chamados trombos) migram pela circulação sanguínea. “São coágulos que se formam, quase sempre nas veias das pernas, e trafegam por essas veias até o coração, de onde são enviadas para os pulmões. Como estes trombos provocam obstrução ao fluxo de sangue, isto acaba obstruindo a passagem sanguínea, caracterizando a embolia pulmonar”, afirma Dr. Ciro. No entanto, o médico ressalta que o problema também pode ser causada por ar e líquido amniótico, por exemplo.

    Embolia pulmonar pós-cirurgia: por que acontece?


    Antes de qualquer coisa, é preciso esclarecer um ponto importante: não é a cirurgia em si que causa a embolia pulmonar. Fatores como a inatividade do paciente durante (por conta do efeito da anestesia geral) e após o procedimento cirúrgico (com o tempo de repouso absoluto) são importantes, mas não os únicos. Dr. Ciro dá um exemplo de um paciente que colocou
    prótese no quadril: “Acontece um desequilíbrio no sistema de coagulação. Fatores como imobilização, trações, desidratação, medicamentos e antecedentes pessoais podem levar a um aumento do risco da formação de trombos (coágulos) para os pulmões”.

    Como evitar embolia pulmonar? Confira as recomendações de um pneumologista!

     

    Se você vai passar por uma cirurgia e quer evitar o risco de desenvolver uma embolia pulmonar, Dr. Ciro recomenda alguns cuidados para perfis específicos de pacientes: “Pacientes com mais idade, que possuem varizes, que já tiveram tromboses no passado, que têm doenças que favorecem a criação de trombos ou que vão para cirurgias de maior risco devem passar por um clínico para fazer um planejamento de medidas tanto com medicamentos quanto com medidas não-farmacológicas para prevenir a formação dos trombos”. Além disso, existem outras dicas importantes que podem ajudar bastante:

    • Parar de fumar;
    • não ficar sentado ou parado na mesma posição por muitas horas seguidas;
    • aumentar o consumo de água ao longo do dia;
    • usar roupas confortáveis (nada muito apertado);
    • adotar uma alimentação mais saudável.

    Mesmo que o paciente seja orientado a permanecer em repouso, é fundamental esclarecer com o médico se é possível fazer leves caminhadas para evitar o risco de embolia pulmonar. Além disso, vale lembrar que há médicos que optam por usar um aparelho durante a cirurgia que imita uma caminhada, de modo a estimular a circulação do sangue e evitar o surgimento de trombos nas pernas. 

    Quais são os sintomas de embolia pulmonar?


    A embolia pulmonar pode gerar uma série de riscos para a saúde do paciente, principalmente se surgirem muitos coágulos e se os coágulos forem grandes. O pneumologista explica que a obstrução da circulação de sangue nos pulmões pode causar dor, falta de ar, escarros com sangue, desmaio, queda de pressão e da oxigenação. Há casos em que pode haver a perda de parte do pulmão e, nos quadros mais graves, a embolia pulmonar pode até levar à morte. Por isso, é muito importante se conscientizar sobre o assunto e aprender formas de prevenir a formação desse quadro, especialmente após uma cirurgia. 

    Tags
    coágulo
    embolia pulmonar
    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes