AchèAchè
    search
    Título

    Como deve ser o acompanhamento de uma paciente que acabou de realizar uma cirurgia contra endometriose?

    Dores no corpo
    Sintomas

    Por

    Por mais que a cirurgia de endometriose seja relativamente simples e com pouco risco, ainda há necessidade de um período de repouso para recuperação. Todo processo cirúrgico exige isso, mesmo que seja por pouco tempo. Nos primeiros dias, é comum a paciente sentir dor nos pontos específicos da cirurgia, dificuldade de se locomover e de carregar peso, entre outros desconfortos e limitações.  

    Cuidados importantes após a cirurgia contra endometriose

    “A paciente é orientada a realizar repouso entre 14 e 30 dias, após reavaliação médica. A conduta médica a seguir deverá ser de acordo com a extensão da endometriose encontrada, órgãos abordados (bexiga, intestino, ovários), desejo em gestação imediata e necessidade de controle de dor pélvica crônica”, explica a ginecologista Fernanda Torras.

    As orientações para o momento pós-cirurgia são diversas. Segundo a especialista, manter um peso saudável (IMC até 25), praticar exercícios físicos regularmente (pois aumenta endorfinas, ajuda a manter o peso, e tem ação anti-inflamatório, ajudando em casos de cólicas e dor pélvica), controlar o estresse, parar tabagismo e etilismo são medidas importantes neste contexto.  

    “Também é indicado que a paciente busque uma alimentação equilibrada (livre de frituras e açúcar, pois estes aumentam a resposta inflamatória do organismo) e suplementação de ômega 3, vitaminas A, C, D, E e do complexo B, além de minerais como zinco, selênio e magnésio. Estes possuem papel protetor contra a ação de radicais livres e inflamações, assim como avanço da endometriose”, informa a médica.

    Importância do tratamento medicamentoso


    Outra medida importante do pós-cirurgia, que muitas vezes é indicada
    antes da própria cirurgia, é o tratamento medicamentoso. Quando indicado após a cirurgia, funciona de forma complementar, para evitar o retorno dos sintomas. “Também pode ser orientado o bloqueio dos ciclos menstruais por longo prazo, com tratamento medicamentoso hormonal”, afirma a ginecologista.

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes