search
Título

Com que idade começam a aparecer os primeiros sintomas de DPOC?

Uncategorized

Por

A DPOC é uma doença grave e incapacitante, que atinge a população mais idosa. O fator de risco mais importante é o tabagismo, que precisa ter ocorrido por um longo período para causar dano, então fica difícil definir uma idade precisa. Em geral, a doença surge depois dos 50 ou até 60 anos de idade.

Fatores que podem provocar DPOC antes do normal


“Normalmente, a DPOC não inicia durante a infância e juventude, mas há alguns tipos específicos da doença que podem se iniciar mais cedo do que o comum, mas nunca em uma idade muito precoce. Além do cigarro, a inalação de fumaça significativa durante muitos anos também pode desenvolver a DPOC”, informa a pneumologista Lídia Torres.

Segundo a também pneumologista Vanessa Hartmann, fatores genéticos também podem influenciar o desenvolvimento da doença, além do contato com cigarro e fumaça, no geral. “Existem causas genéticas de enfisema pulmonar que podem manifestar sintomas em pacientes bem mais jovens e que nunca fumaram, porém isso é minoria nos casos de DPOC”, afirma Vanessa.

Perigos dos sintomas da DPOC


Vários são os sintomas da DPOC que surgem pouco antes da velhice em função, principalmente, dos anos seguidos de fumo: tosse, produção de catarro, chiado no peito (sibilância) e sensação de aperto para respirar são alguns exemplos,
mas o principal mesmo é a falta de ar. “Em estágios mais avançados da doença, a falta de ar pode levar a limitações importantes, fazendo com que o paciente tenha dificuldade para pequenos movimentos como caminhar, escovar os dentes e vestir a roupa”, informa Vanessa.

Muitos dos indivíduos portadores de DPOC evoluem para uma falta de ar tão intensa, que precisam tomar banho sentados. Não conseguem, portanto, uma mínima qualidade de vida.

“Em função disso, a recomendação mais importante é que o indivíduo deixe de fumar, pois depois de iniciado o processo, os medicamentos podem atenuar e estabilizar o quadro, mas não são capazes de reverter a doença e o comprometimento dos pulmões”, alerta Lídia.

 

Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes