AchèAchè
search
Título

Asma: veja dicas para evitar crises com a chegada do clima mais frio

Asma e Bronquite
Sintomas

Por

19 de outubro de 2023

Quem tem asma precisa ter uma rotina de cuidados com a saúde bastante rigorosa o ano inteiro, mas é durante o inverno que essa doença respiratória precisa de maior atenção. O paciente que não se cuidar pode sofrer com sucessivas crises asmáticas ao longo dessa estação. Em geral, a pessoa pode sentir falta de ar, obstrução nasal constante, aperto e chiado no peito e tosse seca, sintomas de asma bastante comuns, mas que se tornam mais intensos e frequentes por causa das condições do clima. 
Para entender melhor sobre essa condição, o Cuidados Pela Vida entrevistou os médicos pneumologistas José Eduardo Martinelli e Luis Renato Alves, que deram dicas preciosas de como evitar as crises de asma durante o inverno. Veja só!

O que é asma?


A asma, segundo o
Ministério da Saúde, é uma das doenças respiratórias mais comuns. Ela tem caráter hereditário e pode se manifestar desde a infância, antes mesmo da criança completar 1 ano de vida. “Ela tem uma hiperreatividade brônquica e possui uma responsividade a várias substâncias alergênicas, como poeira, pelos de animais e ácaros, e aos odores fortes, desde inseticidas, desodorantes, perfumes e desinfetantes, por exemplo”, ressaltou Dr. Martinelli. 
Isso significa que, quando uma dessas substâncias entra no corpo humano, o organismo inicia um processo exagerado de reação que inflama os brônquios – são essas estruturas que conduzem o ar até os pulmões – e dificulta a passagem de ar. 
Há também a chamada asma ocupacional, cujos sintomas são desencadeados pela exposição a substâncias tóxicas no ambiente de trabalho, e é importante mencionar ainda a asma induzida por exercício, quando os sintomas começam logo após o início de uma prática esportiva. Outras causas da doença são o uso de alguns medicamentos e o consumo de certos tipos de alimentos. 

Asma no inverno: por que a doença piora na estação?

Essa época do ano é marcada pelas variações de temperatura e pela diminuição da umidade relativa do ar. Há regiões do Brasil em que é possível ter temperaturas próximas a 0ºC durante a madrugada e início da manhã e ultrapassando a casa dos 25ºC durante a tarde, por exemplo. Todos esses fatores acabam facilitando o desencadeamento da crise de asma.  
“Os causadores podem refletir na irritação das vias aéreas superiores e inferiores, começando com uma rinite para depois chegar aos pulmões. Inicia-se com uma coceira no céu da boca, ardência no nariz e, daqui a pouco, isso está se transformando numa crise asmática”, alertou Dr. Martinelli. 

Cuidados contra a asma dentro de casa

Algumas dicas, no entanto, podem ajudar a evitar o aparecimento dos sintomas de asma. “Para evitar as crises, o paciente deve estar com a doença bem controlada, usando as medicações de maneira regular e evitando contato com fatores desencadeantes, como poeiras e poluição ambiental”, recomenda o Dr. Luis Renato Alves. Outra atitude fundamental é ficar longe da fumaça do cigarro.
Para controlar a asma, é necessário consultar um médico especialista para receber as orientações sobre o uso de medicamentos, que dependerá de uma série de fatores, como gravidade da doença e os gatilhos. Podem ser prescritas medicações preventivas, que promovem um controle no longo prazo, e as medicações de resgate, que visam aliviar os sintomas durante uma crise (como a bombinha de asma). 
Os cuidados também devem ser tomados dentro de casa. Com as temperaturas mais frias, os cômodos do lar tendem a permanecer com portas e janelas fechadas por mais tempo, podendo acumular ácaros, poeira e mofo. O ideal é deixar tudo limpo e arejado, especialmente tapetes, carpetes, cortinas, bichos de pelúcia e até roupas de cama.
Casacos que ficaram guardados no armário durante todo o ano devem ser lavados por precaução antes de serem usados. Lavar o nariz com frequência também ajuda, especialmente nas crianças. Higienizar as mãos sempre, beber bastante água e reforçar a alimentação com frutas ricas em vitamina C, como laranja e limão, também são medidas recomendadas.

Qual é o melhor tratamento da asma durante o inverno?


Além da medicação, que deve ser recomendada pelo médico pneumologista, o
melhor tratamento da asma é adotar medidas que ajudam a prevenir as crises asmáticas. Dr. Martinelli cita alguns desses cuidados: “Manter um nebulizador no quarto para melhorar a umidade relativa do ar, evitar ambientes com ar-condicionado, tratar mofo, não deixar a cama encostada na parede, evitar cortinas de pano e tapetes, retirar a poeira do ambiente, usar aparelhos antiácaros e não usar espanador, mas um pano úmido para limpar a casa”.

Nunca interrompa o tratamento de asma sem autorização do médico!

Manter o tratamento da asma durante o inverno é essencial não só para prevenir o aumento das crises asmáticas, mas para evitar que o paciente corra o risco de desenvolver mais de um problema respiratório nessa época do ano, que é famosa pelo aumento dos casos de gripe e viroses. Dr. Martinelli comentou sobre o tópico: “Quando você tem crises persistentes de asma, não deve interromper o tratamento. Muito pelo contrário, deve até reforçá-lo, porque a probabilidade dos sintomas surgirem são muito maiores”.

Newsletter
Tags
asma
asma no inverno
respiração
tratamento para asma
Compartilhamento

Posts relacionados

Artigos
Como funcionam os remédios broncodilatadores?

Algumas doenças respiratórias, como a asma e a bronquite, provocam a inflamação das vias respiratórias e bloqueiam a passagem de ar do nariz para os pulmões. A falta de oxigênio impede o funcionamento adequado do organismo, mas os pacientes podem utilizar um broncodilatador para tratar o problema. O pneumologista Rodrigo Athanazio compara o sistema respiratório humano […]

Artigos
Crise de asma: o que fazer quando a bombinha não estiver por perto?

Enfrentar uma crise de asma é um desafio comum para cerca de 6,4 milhões de brasileiros, segundo o Ministério da Saúde. Além de incomodar bastante no dia a dia, é preciso se cuidar para que a doença não cause uma complicação mais grave. E uma das formas de auxílio no tratamento é a utilização de […]

Artigos
Asma: por que o ar-condicionado pode desencadear crises respiratórias?

Em dias de calor intenso, é difícil resistir à tentação de ligar o ar-condicionado para dormir com mais conforto. Por outro lado, no local de trabalho, o uso deste aparelho nem sempre é uma opção, o que pode preocupar quem sofre com doenças respiratórias e alergias, como a asma, já que o ar-condicionado pode piorar […]

Converse com um dos nossos atendentes