AchèAchè
    search
    Título

    A infecção do coronavírus pode dificultar o tratamento da asma?

    Asma e Bronquite
    Sintomas

    Por

    A infecção do novo coronavírus traz mais preocupação para os indivíduos que sofrem de alergias respiratórias, como asma e bronquite. Como estes já são mais propensos a ter crises de falta de ar, ter um vírus que compromete a função pulmonar só piora o quadro, mesmo que o paciente esteja com os sintomas controlados com a manutenção do tratamento correto.

    Novo coronavírus em quadros de alergias respiratórios


    “O grande
    problema do novo coronavírus com relação ao paciente asmático é que ele ataca o pulmão, afetando, principalmente, o interstício pulmonar, além de provocar um processo inflamatório importante. Então, tendo o processo inflamatório da asma associado à inflamação do vírus, a situação se torna, de fato,.mais grave”, explica o pneumologista e geriatra José Eduardo Martinelli. 

    O especialista ressalta o fato do paciente asmático ser portador de um processo inflamatório alérgico, o que significa que o alérgeno em questão desencadeia uma inflamação no aparelho brônquico. “Esse processo inflamatório determina a hiperreatividade brônquica, o que leva ao broncoespasmo, aumento de secreção, etc”, informa o médico.

    Cuidados para evitar a COVID-19 e complicações da asma


    Para evitar complicações da COVID-19, os pacientes com alergias respiratórias devem
    reforçar os cuidados indicados pelas principais instituições de saúde (uso de máscara sempre que sair de casa, lavar as mãos com água e sabão e/ou álcool gel constantemente, evitar passar as mãos no rosto quando não estiverem limpas, respeitar o isolamento social o máximo possível, etc.) e seguir com o tratamento correto da asma ou DPOC.

    O tratamento da asma tem como base o uso de medicamento específico para controle dos sintomas e das crises, mas também se beneficia de outras medidas, como prática regular de atividade física aeróbica de baixa intensidade (natação é um bom exemplo), não fumar e manter, de modo geral, hábitos saudáveis de vida. O uso de remédios de efeito imediato, aqueles usados na bombinha de asma, também é importante.  

     

    Foto: Getty images

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes