search
Título

A atividade física pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol no sangue? Como?

Coração

Por

A atividade física é essencial para o controle do colesterol no sangue, diminuindo os níveis de LDL (tido como o “colesterol ruim”) e aumentando o HDL (“colesterol bom”). A prática estimula a produção de enzimas, como a lipase, que impede o acúmulo de gorduras nas paredes das artérias. Com isso, os riscos de doenças do sistema circulatório, infartos e AVCs são reduzidos.

“A atividade física pode contribuir para reduzir o colesterol do sangue por exercer uma melhora no funcionamento dos processos enzimáticos envolvidos no metabolismo lipídico, mais especificamente no aumento da atividade da enzima lipase lipoproteica”, explica o cardiologista Rubens Mattar Jr.  “Esta enzima favorece um maior catabolismo das lipoproteínas ricas em triglicérides, formando menos partículas LDL aterogênicas e elevando a produção do HDL”.

 

Mais sobre as lipoproteínas e recomendações para o seu exercício

 


Apesar do colesterol ser uma gordura importante para a realização de diversas funções do organismo, produzida em boa parte pelo próprio corpo, ele não se dissolve no sangue. Portanto, para ser transportado pela corrente sanguínea até atingir os tecidos periféricos, ele precisa da ajuda de um “carregador”, que são as lipoproteínas. O exercício físico é essencial justamente por estimular a produção dessas substâncias.


“Trabalhos confirmam que o efeito agudo ou crônico do exercício aeróbico, tanto de baixa, como de alta intensidade e duração, pode melhorar o perfil lipoproteico, estimulando o melhor funcionamento de processos enzimáticos envolvidos no metabolismo lipídico”, avalia o médico. “Exercícios aeróbicos de intensidade moderada, com duração mínima de 30 minutos, pelo menos 3 vezes por semana, são bons exemplos”.

 

Alimentação e redução do colesterol no sangue

 


Uma alimentação saudável e o consumo de fitoesteróis, seja na dieta ou por meio de suplementos,  também são medidas importantes para reduzir os níveis de colesterol no sangue. Contudo, não são o bastante para obter resultados expressivos. É necessário que haja, em paralelo, a prática de atividade física. “A dieta somente reduz até 15% do colesterol. A associação da dieta com perda de massa corporal ao exercício aeróbico é fundamental para obtenção de bom perfil lipídico”, conclui Mattar.

Os fitoesteróis auxiliam na redução da absorção de colesterol. Seu consumo deve estar associado a uma dieta equilibrada e hábitos de vida saudáveis.
Foto: Shutterstock

Newsletter
Compartilhamento

Posts relacionados

Converse com um dos nossos atendentes