Pré-diabetes: Essa condição já apresenta sintomas? Como detectar?


  • +A
  • -A

O pré-diabetes, como o próprio nome já diz, é uma condição antecede o diabetes e indica que um paciente tem grandes chances de desenvolver a doença. Nesta etapa, ainda é possível impedir o desenvolvimento do diabetes, mas a falta de sintomas torna o diagnóstico mais difícil. A realização de exames de check-up pode indicar mudanças no índice glicêmico e, assim, possibilitar a descoberta do pré-diabetes.

 

Pré-diabetes é detectado por exames laboratoriais

 


De acordo com a endocrinologista Daniele Zaninelli, o que diferencia o diabetes do pré-diabetes é o grau de alteração metabólica, que pode ser determinado através da realização de exames laboratoriais: “Como regra geral, uma glicemia de jejum com valores até 99mg/dL é considerada normal. Quando está entre 100 e 125mg/dL, pode ser indicativa de pré-diabetes, e acima de 126mg/dL, de diabetes”.

Há ainda outros exames que podem auxiliar nessa diferenciação, como é o caso da dosagem de hemoglobina glicada. Os valores são de 5,6% para pacientes sem a doença, de 5,7 a 6,4% para pré-diabéticos e acima de 6,5% para diabéticos. Existe também a curva glicêmica, em que o paciente faz uma coleta de sangue em jejum, recebe uma sobrecarga de glicose via oral, e realiza uma nova coleta após duas horas. O resultado permite ao médico dizer se o paciente tem diabetes ou pré-diabetes.

 

É possível reverter o pré-diabetes?

 


“O pré-diabetes não é uma ‘sentença’ de que o paciente desenvolverá diabetes. Nesta fase, existem alterações metabólicas que predispõem à doença, porém ainda é possível revertê-las”, afirma Daniele, que cita ainda o peso corporal, o nível de atividade física e a predisposição genética como fatores determinantes do risco de evolução.

Entretanto, a profissional explica que, quanto à genética, não há o que fazer, mas conhecer o histórico familiar pode servir como sinal de alerta. As medidas mais efetivas para a prevenção da evolução do pré-diabetes para o diabetes são a perda de peso, de 5 a 10% do peso corporal, e a prática regular de exercícios físicos, pelo menos 150 minutos de exercícios moderados por semana, que podem ser divididos em sessões de 30 minutos cada.

 

Dra. Daniele Zaninelli é endocrinologista formada pela Universidade Federal do Paraná e atua em Curitiba. CRM-PR: 16876

Foto: Shutterstock

TAGS
alimentacao
atividade-fisica
diabetes
emagrecer
glicose
nutricao
obesidade

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

9 comentários para "Pré-diabetes: Essa condição já apresenta sintomas? Como detectar?"

José Renato Lima

Exame glicosado 5.7

Izabel Cristina

A minha já deu 126

Zena alaide barros

Muito boa as informações , muito produtiva,pra muita gente!Parabéns e obg

Cuidados Pela Vida

Olá Zena. Muito obrigado! É importante ter esse tipo de feedback para saber que o trabalho está no caminho certo!
Abraços

Vera Lúcia Jorge

Ótimas informações.Estava realmente precisando desses esclarecimentos.Obrigada

Lindsey

Qdo glicemia da baixa durante a noite após refeições

Marines. gesualdi

Meu. Exame. Deu. 275. Com. A. Dieta. Veio. 111. Sem. Tomar. Remédio….

Rose

Estava com sintomas de diabetes. Fui ao médico fiz exame. Deu 110.O médico disse que estava tudo bem e norma.E continuo com os sintomas.

undefined

Meu exame deu 145

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.