Herpes: quais precauções são mais importantes para evitar contagiar outras pessoas?


  • +A
  • -A

O herpes é uma infecção causada pelo vírus herpes simples e que se manifesta por meio de lesões e bolhas, principalmente, ao redor dos lábios e na região genital. Quem sofre com o herpes deve adotar medidas de precaução para evitar transmitir o vírus para outras pessoas.

Beijos e relação sexual desprotegida são formas de transmissão do herpes


“De forma geral, o vírus do herpes simples é transmitido de pessoa a pessoa, penetrando no organismo por inalação, ingestão oral,
contato sexual, contato mão-boca, contato boca-boca ou por via sanguínea”, afirma a dermatologista Marilza Ferreira. A especialista diz ainda que “devemos evitar o contato direto interpessoal a partir do momento em que se a infecção se manifesta”.

Ao perceber o surgimento das feridas, é essencial evitar beijar outras pessoas e até mesmo tocá-las, já que a mão, se tiver entrado em contato com a boca, pode levar o vírus a outro indivíduo. O uso da camisinha durante o sexo também é uma forma importante de impedir o contágio, mas é preciso prestar atenção a regiões com lesões que não são cobertas pelo preservativo.

Objetos pessoais podem transmitir o herpes


Outro cuidado importante para evitar a transmissão do vírus do herpes é não emprestar utensílios de uso pessoal ou objetos que entram em contato com as lesões, como batons e protetores labiais. “O
vírus sobrevive em objetos por poucas horas, tornando-se fundamental não compartilhar talheres, copos e toalhas”, alerta a profissional.

Estes cuidados são ainda mais importantes quando o contato é feito com bebês e crianças pequenas, que podem ter dificuldade para comer por causa das dores. Em boa parte dos casos, quem transmite o vírus é a própria mãe. Além disso, as gestantes que estiverem com lesões genitais ativas no dia do parto, pode ser recomendado pelo médico obstetra a realização de parto cesariano, para evitar a transmissão do herpes ao recém nascido.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Marilza Ferreira

Dra. Marilza Ferreira

Dermatologia

CRM: 5268277-2 / RJ

TAGS
herpes
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

6 comentários para "Herpes: quais precauções são mais importantes para evitar contagiar outras pessoas?"

Maria

Tenho episódio de herpes a cada mês. Percebo que minha imunidade despenca quando faço dieta rica e m gluten e leite…Quando retiro esses nutrientes fico mais tempo sem crise.

Pedro

Quando não tiver lesões (bolhas, feridas) posso fazer sexo semcontaminar a parceira?

JULIA

DESCOBRI RECENTEMENTE E TODA VEZ QUE MINHA IMUNIDADE BAIXA, APARECE ALGUMA FERIDA. MEU GINE ME PASSOU O MEDICAMENTO “Resist” EM MÉDIA R$30, 1 VEZ AO DIA. (SUPER DEU CERTO! NÃO APARECEU AINDA E NÃO TENHO NEM 1 MÊS TOMANDO)

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Julia, ficamos felizes pela sua melhora, continue com o tratamento indicado pelo médico para trazer mais resultados benéficos para a sua saúde. Até a próxima.

Meire

Sou transplantada, tenho a imunidade baixa e estou com uma crise muito forte pois estou com ferimentos e muitas bolhas em toda minha região íntima sera que ocorre risco de espalhar pra outros lugares do corpo?

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Meire, a dermatologista Dra. Cinthya Basaglia afirma que Os sintomas podem surgir em outros locais do corpo sem ser os lábios e a região genital. As lesões por vezes aparecem na face, tórax e pernas, por exemplo, isso quando se trata do herpes zóster. Procure o especialista para que ele possa indicar o tratamento mais adequado para você amenizando as crises e trazendo grande melhora na sua qualidade de vida. Até logo.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.