Ansiedade: Como controlar a sensação durante o dia a dia?


  • +A
  • -A
Imagem do post Ansiedade: Como controlar a sensação durante o dia a dia?

Em primeira instância, a ansiedade é uma sensação normal para todas as pessoas. Quando há tensão e preocupação, a ansiedade surge trazendo agitação e nervosismo. Contudo, ao se manifestar de forma acentuada, passa a ser considerada um transtorno. Neste caso, deve ser tratada e controlada devidamente, inclusive com medicamentos, se for necessário.

Características da ansiedade patológica


“A sensação de ansiedade, isto é, apreensão, inquietação, preocupação excessiva, pode ser controlada de diversas formas. Há abordagens comportamentais como técnicas de respiração e relaxamento, abordagens cognitivas, quando se tenta identificar os pensamentos que podem desencadear a ansiedade, e, em alguns casos, medicamentos também são necessários”, explica a psiquiatra Erika Mendonça.

O problema se torna patológico, ou seja, uma doença, quando começa a causar sofrimento e prejuízos significativos à vida de um indivíduo. “A ansiedade é caracterizada por inquietação, preocupação excessiva e tensão. Há também sintomas físicos como taquicardia e sudorese. Pode haver um motivo claro para estes sentimentos, como por exemplo uma fobia, mas nem sempre ele está presente”.  

Tratamento e causas da ansiedade


O tratamento ideal para esta ansiedade patológica deve ser guiado no intuito de reduzir as sensações angustiantes de um paciente até que ele possa voltar a viver uma vida normal no dia a dia. “O tratamento para ansiedade envolve psicoterapia e uso de medicamentos psicotrópicos. A ideia é evitar as crises de ansiedade, assim como as crises de pânico, permitindo que o paciente leve uma vida normal”.

As causas dos transtornos de ansiedade, assim como de outros transtornos mentais, ainda não são totalmente conhecidas. O que se sabe é que elas são multifatoriais, isto é, uma combinação de predisposição genética e ambiente. Ou seja, não somente o histórico familiar contribui para montar o quadro. Eventos traumáticos, por exemplo, também possuem forte influência neste contexto.   

Dra. Erika Mendonça de Morais é psiquiatra formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e atua em São Paulo. CRM-SP: 124933

Foto: Shutterstock

TAGS
ansiedade
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

18 comentários para "Ansiedade: Como controlar a sensação durante o dia a dia?"

Fernando luis da silva garcia

Gostaria de saber,se sentir sensações de falta de ar todos os dias tem alguma coisa haver com as crises de ansiedade?

Cuidados Pela Vida

Oi Fernando Luis, a ansiedade pode ser caracterizada como uma sensação de inquietude interna, geralmente desagradável. Entre os sintomas que a ansiedade pode causar, em intensidades diferentes, estão tontura, tremores, sudorese, boca seca, aperto no peito e batimentos cardíacos acelerados. Realize uma consulta com o médico para que possa identificar o motivo dos seus sintomas e indique de forma você pode aliviá-los. Abraços.

Maria

Tive que procurar um especialista, primeiro Deus, depois a médica,e creio em um Deus vivo, vou sair dessa em nome de jesus

Deda

Olá! Dra. A ansiedade pode além desses todos sintomas acima descritos. Pode a pessoa sentir uma vontade enorme de ficar só realmente (isolada)?Obrigada!

Gezile

Dr. Sinto muitas dores nas costas quando algo me deixou preocupada. Sinto muita indisposição. Acordo com um cansaço como se nao tivesse dormido.

Antonia

Gostaria de saber o que leva uma pessoa surtopsicotico .

Marta

Dra.eu gostaria de saber pq eu sinto dor no estômago um aperto no peito mau estar for nas costas e ñ tenho vontade de sair pra canto nenhum as vezes até tontura isso pode ser simtomas de ansiedade?

Silvia

Dra no meu caso me dá uma dor de barriga preciso ir ao banheiro imediatamente ai melhora aquela sensação de pânico

Lucidalva Barbosa Sá

Eu sinto dor nas costas, tontura muita indisposição não consigo sai de casa! Muito triste

Paula.

Dr.já faz mas de ano que sofro de ansiedade. Já tomei 4 caixas de fluoxatina. Em quanto estava tomano o medicamento me sentia muito bem .parei de tomar já está querendo voltar tudo de novo .devo voltar ao medico para continuar tomando.

Cuidados Pela Vida

Oi Deda, como explica a psiquiatra Ana Cláudia Ducati “Dentre os sintomas da ansiedade, podemos citar dor de cabeça, palpitações, aperto no peito, dor ou leve desconforto estomacal, inquietação (indicada por uma incapacidade de ficar sentado ou em pé por muito tempo), hesitação e urgência em urinar. É importante ressaltar que a gama dos sintomas ansiosos tende a variar entre as pessoas”. Ao realizar uma consulta com o médico especialista, relate os sintomas que você tem para que ele verifique de forma eles podem ser amenizados. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Gezile, realize uma consulta com o médico para que ele avalie seus sintomas e, caso seja necessário, prescreva um tratamento. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Antonia, do ponto de vista psiquiátrico, o surto psicóticos está relacionado a uma distorção dos neurotransmissores, ou seja, das substâncias químicas produzidas pelos neurônios e que são responsáveis pelo envio de informações a outras células. Os surtos psicóticos podem ocorrer devido a diferentes causas, tais como: consumo excessivo de álcool ou outras drogas, causas orgânicas ou biológicas, depressões graves, fortes impactos emocionais, esquizofrenia, transtorno bipolar entre outros. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Marta, o ideal é que você realize uma consulta com o médico especialista; assim ele poderá avaliar os seus sintomas, realizar o diagnóstico e indicar o tratamento para o seu caso. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Silvia, realize uma consulta com o médico especialista, ele poderá avaliar o seu caso e indicar a conduta adequada. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Lucidalva, é uma situação difícil, mas é importante procurar um médico para que ele possa te auxiliar no alívio desses sintomas. Melhoras.

Cuidados Pela Vida

Oi Paula, é importante fazer um acompanhamento periódico com o médico que a diagnosticou, assim ele poderá verificar se há necessidade de manutenção do tratamento. Melhoras.

Elizabet

Sofri muito com ansiedade Cheguei no limite que o ser humano podia aguentar.Mas hoje está tudo controlado com acompanhamento do psiquiatra, psicólogo, e medicamento.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.