search
    Título

    Qual é a diferença entre tendinite e lesão no ligamento?

    Uncategorized

    Por

    Apesar de tendinites e lesões no ligamento terem semelhanças entre si, os dois problemas de saúde são bastante diferentes. Ambos, normalmente, provocam dores e edemas, podem afastar o paciente temporariamente do ambiente de trabalho e limitar a realização de atividades do dia a dia.

    A tendinite é um processo inflamatório em tendões, estruturas responsáveis por movimentar nossos membros. Esse processo inflamatório pode ter causas degenerativas e de sobrecarga, não necessariamente tendo trauma envolvido”, afirma o ortopedista Ciro Veronese dos Santos. Exercícios físicos feitos de forma errada e até distúrbios hormonais podem gerar um quadro de tendinite, que também tem vermelhidão e inchaço como sintomas.

    Lesões do ligamento são provocadas por traumas


    “A lesão ligamentar acontece depois de algum tipo de trauma direto ou indireto, como
    entorses e quedas. Os ligamentos são estruturas estabilizadoras das nossas articulações”, explica o profissional. Dependendo do grau, as lesões podem gerar instabilidade e romper completamente o ligamento. O paciente pode ouvir um estalo na região afetada e apresentar derrame articular.

    Em boa parte dos casos, um exame físico realizado de forma adequada permite ao médico distinguir as duas patologias, mas exames complementares podem ser necessários para avaliar a extensão do problema e planejar o tratamento. “Para confirmação de tendinites, o exame mais solicitado e normalmente suficiente é a ultrassonografia, mas a maioria das lesões ligamentares é melhor avaliada por ressonância magnética”, esclarece o especialista.

    Fisioterapia é parte do tratamento da tendinite e de lesão ligamentar


    Já o tratamento varia dependendo do ligamento e da articulação. Alguns ligamentos nos joelhos e tornozelos precisam de tratamento cirúrgico para reparo e reconstrução. A maior diferença do tratamento é que, nas tendinites, que é um
    tipo de reumatismo, o tratamento cirúrgico é realizado apenas em situações específicas.

    Mas, há semelhanças no tratamento. “A fisioterapia é fundamental no processo de tratamento das duas patologias. Mudanças de hábito de vida e acompanhamento multidisciplinar, com instrução médica, nutricional e de atividade física são cruciais para a melhora e retorno às atividades habituais”.

    Foto: Shutterstock

    Newsletter
    Compartilhamento

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes