AchèAchè
    search
    Título

    Qual a importância da atuação frequente do pediatra no desenvolvimento da imunidade da criança?

    Uncategorized

    Por

    A atuação constante do pediatra é fundamental para o desenvolvimento da criança, incluindo a questão da imunidade. As orientações desse profissional ajudam muito os pais no momento de tomar as decisões mais adequadas para a saúde e bem estar de seus filhos. Com relação apenas às defesas do organismo infantil, o pediatra tende a ser mais requisitado quando há algum tipo de deficiência. 

    Principais formas de beneficiar a imunidade da criança


    “O pediatra tem que ser capaz de diferenciar um
    atraso do desenvolvimento imunológico de um caso suspeito. Não é necessariamente crucial chegar ao diagnóstico específico, mas suspeitar e encaminhar para investigação já é um passo muito importante”, explica a alergista e imunologista Anete Grumach. O tratamento a ser adotado dependerá do resultado da investigação.

    Nos casos em que a criança apresenta deficiência imunológica, a vacinação pode ser uma forma importante de beneficiar a solução do problema. “Quando temos pacientes comprometidos imunologicamente, algumas vacinas devem ser avaliadas. É essencial que as crianças cumpram o calendário vacinal, mas na desconfiança de doenças imunológicas, o especialista deve avaliar”, afirma a médica. 

    De acordo com informações veiculadas no portal da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), as primeiras vacinas proporcionam chances maiores de o sistema imunológico fabricar anticorpos contra agentes infecciosos. Além disso, o aleitamento exclusivo injeta no organismo do bebê milhões de glóbulos brancos (principal célula de defesa do corpo) e nutrientes diversos.  

    Sinais de que há deficiência imunológica


    Para saber se a criança sofre com
    algum tipo de deficiência imunológica, é preciso que os pais estejam constantemente atentos aos sinais que indicam o possível quadro, como infecções oportunistas recorrentes (como amigdalites) e quadros virais, que podem até mesmo se manifestar de forma mais grave (como gripes e resfriados mais intensos, que demoram a passar). “Devemos lembrar que muitas infecções, até mesmo as graves, podem levantar um sinal de alerta para problemas de imunidade. A história familiar de doenças também funciona como indicativo nesse sentido”, conclui Grumach.

     

    Dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP):

    https://www.sbp.com.br/imprensa/detalhe/nid/como-aumentar-a-imunidade-do-bebe/

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes