AchèAchè
    search
    Título

    Quais são os efeitos do estresse no organismo?

    Cardiovascular

    Por

    O estresse influencia na manifestação de diversos problemas no organismo, tanto na parte mental quanto física. O acúmulo dele ao longo da vida contribui para a manifestação de doenças e transtornos sérios, como depressão, hipertensão, ansiedade, infarto, dentre outros. Por isso, é importante evitar ao máximo situações estressantes, o que é difícil na rotina agitada, mas que pode ser feito seguindo um estilo de vida mais saudável. 

    Problemas físicos e mentais causados pelo estresse


    “O estresse provoca muitas coisas no organismo. Não só problemas de saúde física, mas também de saúde mental, como ansiedade, irritabilidade e até mesmo depressão. Há, portanto, um esgotamento, uma fadiga mental e física, o que compromete vários órgãos.
    O coração é um deles, assim como o aparelho digestivo (gerando gastrite nervosa e úlcera nervosa, por exemplo)”, informa o geriatra José Eduardo Martinelli. 

    Segundo o especialista, a síndrome de burnout é um transtorno psicológico muito associado ao estresse. Ela acomete pessoas que lidam com público e que vivem constantemente em tensão pelo trabalho que desenvolvem. “Vemos muito isso em bancários, policiais, médicos que trabalham em pronto socorro ou UTI. Essa síndrome exige que o paciente se afaste do trabalho, inclusive”, afirma o médico. 

    O estresse pode causar ainda falta de apetite. Em um quadro depressivo associado ao estresse, por exemplo, você pode ter ganho de peso por alimentação compulsiva ou perda de peso por não querer comer. “O estresse do dia a dia, especialmente no trabalho, também pode fazer com que você se alimente mal, provocando posteriormente falta de vitaminas e cansaço físico”, explica Martinelli.

    Consumo de vitaminas ajuda a combater o estresse


    Uma das maneiras de combater o estresse é apostar no consumo de vitaminas, tendo em vista que várias delas atenuam seus efeitos no organismo. Alguns exemplos de destaque são a vitamina C, as vitaminas do complexo B (B1, B12) e a vitamina E. “A vitamina B12, por exemplo, está associada também à perda de memória. A falta desta vitamina resulta neste problema”, conclui o geriatra.

     

    Foto: Shutterstock

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes